Busca avançada
Ano de início
Entree

In vitro determination of extracellular proteins from Xylella fastidiosa

Resumo

O fitopatógeno Xylella fastidiosa causa perdas econômicas em importantes culturas agrícolas. A oclusão do vaso do xilema causada pela formação do biofilme é o principal mecanismo subjacente à patogenicidade de diferentes linhagens de X. fastidiosa. Aqui, fornecemos uma detalhada caracterização in vitro das proteínas extracelulares de X. fastidiosa. Com base nos resultados, realizou-se uma comparação com uma estirpe J1a12, que não pode induzir sintomas de clorose variegada de citros (CVC) quando inoculada em plantas cítricas. Em seguida, estendemos esta abordagem para analisar as proteínas extracelulares de X. fastidiosa em meios suplementados com cálcio. Verificamos aumentos nas proteínas extracelulares concomitantes aos dias de crescimento e, consequentemente, desenvolvimento do biofilme (3 a 30 dias). As vesículas de membrana externa que transportam toxinas foram identificadas a partir de 10 dias de crescimento na estirpe 9a5c. Adicionalmente, observou-se uma diminuição nas proteínas extracelulares em meios suplementados com cálcio em ambas as estirpes. Utilizando espectrometria de massa, foram identificadas 71 proteínas diferentes durante 30 dias de desenvolvimento do biofilme de X. fastidiosa, incluindo proteases, proteínas de detecção de quorum, proteínas de formação de biofilme, proteínas hipotéticas, proteínas relacionadas a fagos, chaperonas, toxinas, antitoxinas e componentes de membrana de vesícula extracelular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)