Busca avançada
Ano de início
Entree

Precipitação de CACO3 em algas marinhas calcárias e balanço de CO2 atmosférico: os depósitos calcários marinhos podem atuar como reservas planetárias de carbono?

Processo: 05/01170-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Eurico Cabral de Oliveira Filho
Beneficiário:Carlos Eduardo Amancio
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Algologia   Algas marinhas   Dióxido de carbono   Rodolitos   Ação antrópica negativa

Resumo

A concentração de dióxido de carbono (CO2) atmosférico aumentou exponencialmente nas últimas décadas devido às emissões decorrentes de atividades antrópicas, provocando uma série de impactos nos sistemas globais. Um dos efeitos observados é o aumento de produção primária em diversos ecossistemas terrestres, o que faz com que funcionem como reservas de carbono embora de curto prazo. Os ecossistemas marinhos são menos estudados e os trabalhos que envolvem precipitação de carbonato de cálcio referem-se basicamente a recifes de corais. A literatura sobre metabolismo e fluxos de CO2 nesses ambientes, embora extensa, é inconclusiva quanto aos recifes de corais serem um "sink" ou uma fonte de CO2. Entretanto, parece que os recifes que apresentam balanço negativo de CO2 são aqueles dominados por algas marinhas. Isto permite supor que os vastos depósitos de algas calcárias da costa brasileira podem estar atuando como uma grande reserva de carbono. Este projeto propõe-se a examinar a relação entre o processo de calcificação em algas marinhas e sua relação com o balanço de CO2 atmosférico. Serão desenvolvidos cultivos em sistema fechado para determinar a relação entre concentração de CO2 e crescimento (acúmulo de matéria orgânica e calcificação) de algas calcárias, bem como analisar o balanço de CO2 entre a atmosfera, a água do frasco de cultivo em uma tentativa de esclarecer o papel das algas calcárias nos fluxos de CO2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AMANCIO, Carlos Eduardo. Precipitação de CaCO3 em algas marinhas calcárias e balanço de CO2 atmosférico: os depósitos calcários marinhos podem atuar como reservas planetárias de carbono?. 2007. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.