Busca avançada
Ano de início
Entree

Classificação de uso e cobertura do solo na Amazônia, utilizando dados polarimétricos

Processo: 07/02139-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Corina da Costa Freitas
Beneficiário:Rogério Galante Negri
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Polarimetria   Amazônia

Resumo

A Floresta Amazônica cobre uma área de 5 milhões de quilômetros quadrados, concentra boa parte da biodiversidade do planeta e tem papel importante nos ciclos biogeoquímicos dos chamados sistemas terrestres. Entretanto, esta região sofre intenso processo de desmatamento. Este fato torna obrigatória a aquisição sistemática de dados para que se possa avaliar o atual estado deste importante ecossistema. Neste contexto, o sensoriamento remoto por radar pode ser considerado uma importante ferramenta de observação. O fato das microondas praticamente não sofrerem interferência atmosférica, permite o constante imageamento independente das condições do tempo. Isto é especialmente importante em áreas de floresta tropical, como a Amazônia, onde a cobertura de nuvens é intensa durante quase todo o ano. Além disso, o modo como o sinal de radar interage com a floresta permite a relação deste com atributos biofísicos e a discriminação de padrões de cobertura do solo, inclusive desmatamento.A polarimetria é um campo de inovação recente na tecnologia SAR, que explora a natureza polarizada das ondas eletromagnéticas para extrair informação adicional dos alvos, muitas vezes crítica para certas tarefas. A partir da amplitude e da fase entre polarizações, parâmetros estatísticos e imagens transformadas podem ser extraídos, permitindo a caracterização quantitativa das propriedades de espalhamento dos alvos observados.O incremento de informação oferecido pelos sistemas polarimétricos pode melhorar a capacidade de discriminação de padrões de cobertura de solo.Isso posto, o objetivo deste trabalho é analisar o potencial das imagens polarimétricas do radar ALOS/PALSAR, recentemente lançado, para a classificação de uso e de cobertura do solo na Amazônia, base para estudos mais completos e complexos da evolução desse ecossistema, patrimônio da humanidade tão seriamente ameaçado.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NEGRI, ROGERIO GALANTE; DUTRA, LUCIANO VIEIRA; FREITAS, CORINA DA COSTA; LU, DENGSHENG. Exploring the Capability of ALOS PALSAR L-Band Fully Polarimetric Data for Land Cover Classification in Tropical Environments. IEEE JOURNAL OF SELECTED TOPICS IN APPLIED EARTH OBSERVATIONS AND REMOTE SENSING, v. 9, n. 12, 1, SI, p. 5369-5384, DEC 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.