Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da restrição crônica de sono e do envelhecimento sobre a sinalização celular e apoptose de células do tecido nervoso

Processo: 08/50424-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Sergio Tufik
Beneficiário:Luciane de Souza
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Apoptose   Cálcio

Resumo

O envelhecimento está associado a um declínio das funções orgânicas e cognitivas, além de uma maior prevalência de doenças. Distúrbios do sono são mais freqüentes em indivíduos idosos, principalmente naqueles com distúrbios neurodegenerativos. Com o avanço da idade vão ocorrendo alterações morfológicas é fisiológicas, e algumas dessas alterações estão associadas a prejuízos funcionais. A redução de tecido encefálico pode ser observada em indivíduos idosos neurologicamente sadios, mas ela é mais proeminente em indivíduos que apresentam doenças neurodegenerativas. Essa redução no tecido encefálico está associada a desmielinização dos axônios, atrofia neuronal e morte celular. A apoptose tem sido implicada como um dos mecanismos responsáveis por essa redução celular. Todavia essa diminuição do número de células parece ser restrita a algumas áreas cerebrais, que parecem ser mais vulneráveis a eventos citotóxicos. O hipocampo é uma área onde se observa uma diminuição do número de células em doenças neurodegenerativas, e parece ser uma dessas áreas, pois apresenta redução em seu tamanho mediante a exposição a eventos estressores. A razão pelo qual algumas áreas são mais susceptíveis à injúrias tóxicas não é bem conhecida, assim como os mecanismos intracelulares envolvidos no processo de senescência celular. Alterações na homeostasia de íons cálcio já foram descritas no envelhecimento sadio e nas doenças neurodegenerativas, além de estar envolvido na mediação de eventos apoteóticos. A privação de sono promove diversos efeitos deletérios no organismo, e já foi proposta como um mecanismo indutor de morte celular, no entanto, os poucos estudos que foram desenvolvidos possuem resultados conflitantes. Sabendo que ocorre uma redução na qualidade do sono com o envelhecimento e que uma boa parte da população não dorme adequadamente ao longo da vida, esse estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da restrição crônica de sono em ratos idosos. Para tanto, realizaremos uma avaliação polissonográfica de ratos idosos durante restrição crônica de sono e estudaremos os mecanismos intracelulares envolvidos na sinalização do cálcio intracelular e na geração de FROs. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, LUCIANE; SMAILI, SORAYA S.; URESHINO, RODRIGO P.; SINIGAGLIA-COIMBRA, RITA; ANDERSEN, MONICA L.; LOPES, GUIOMAR S.; TUFIK, SERGIO. Effect of chronic sleep restriction and aging on calcium signaling and apoptosis in the hippocampus of young and aged animals. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 39, n. 1, p. 23-30, OCT 1 2012. Citações Web of Science: 8.
DE SOUZA, LUCIANE; ANDERSEN, MONICA L.; SMAILI, SORAYA S.; LOPES, GUIOMAR S.; HO, PRISCILA S.; PAPALE, LIGIA A.; TUFIK, SERGIO. Age-related changes during a paradigm of chronic sleep restriction. Behavioural Brain Research, v. 214, n. 2, p. 201-205, DEC 10 2010. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.