Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da possível interação entre os sistemas canabinóide e nitrérgico na substância cinzenta periaquedutal dorsolateral na modulação de comportamentos defensivos em ratos

Processo: 07/06999-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Francisco Silveira Guimaraes
Beneficiário:Sabrina Francesca de Souza Lisboa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/03685-3 - Neurotransmissores típicos e atípicos em transtornos neuropsiquiátricos, AP.TEM
Assunto(s):Canabinoides   Óxido nítrico   Psicofarmacologia

Resumo

O estímulo de receptores CB1 (CB1) na substância cinzenta periaquedutal dorsolateral (SCPdl) leva a uma diminuição do comportamento de ansiedade em ratos submetidos ao labirinto em cruz elevado, enquanto a facilitação da transmissão nitrérgica nesse local leva à produção de comportamentos de fuga e de ansiedade. Nesta estrutura foram descritas tanto a enzima sintase do óxido nítrico na sua forma neuronial (nNOS) quanto receptores CB1. A interação entre os sistemas canabinóide e nitrérgico foi sugerida em outras regiões do sistema nervoso central, porém ainda é desconhecido se eles interagem na SCPdl. Nosso objetivo geral, portanto, é o de verificar a possível ocorrência desta interação na SCPdl na modulação de comportamentos defensivos. Para isso iremos testar as hipóteses de que: 1. o efeito antiaversivo induzido pela facilitação do sistema endocanabinóide na SCPdl de ratos expostos ao labirinto em cruz elevado pode envolver a inibição da via do NO; 2. a ativação de neurônios positivos para nNOS na SCPdl, que ocorre após exposição a um predador natural (gato), é modulada pela sinalização endocanabinóide, via ativação de CB1; e 3. que reações de fuga induzidas por doadores de NO intra-SCPdl são atenuadas pela facilitação local do sistema canabinóide. Além disso, considerando nossos resultados prévios sugerindo que as reações de fuga produzias por doadores de NO na SCPdl são mediadas por facilitação da liberação de glutamato, iremos verificar se há co-localização de CB1 com o transportador de glutamato nessa região. Por último, iremos verificar a hipótese de que o sistema canabinóide possa modular diretamente a produção de NO através de estudos em slices de encéfalocontendo a SCPdl.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LISBOA, SABRINA F.; BORGES, ANNA A.; NEJO, PRISCILA; FASSINI, ALINE; GUIMARAES, FRANCISCO S.; RESSTEL, LEONARDO B. Cannabinoid CBI receptors in the dorsal hippocampus and prelimbic medial prefrontal cortex modulate anxiety-like behavior in rats: Additional evidence. PROGRESS IN NEURO-PSYCHOPHARMACOLOGY & BIOLOGICAL PSYCHIATRY, v. 59, p. 76-83, JUN 3 2015. Citações Web of Science: 10.
LISBOA, S. F.; CAMARGO, L. H. A.; MAGESTO, A. C.; RESSTEL, L. B. M.; GUIMARAES, F. S. Cannabinoid modulation of predator fear: involvement of the dorsolateral periaqueductal gray. INTERNATIONAL JOURNAL OF NEUROPSYCHOPHARMACOLOGY, v. 17, n. 8, p. 1193-1206, AUG 2014. Citações Web of Science: 8.
LISBOA, S. F.; MAGESTO, A. C.; AGUIAR, J. C.; RESSTEL, L. B. M.; GUIMARAES, F. S. Complex interaction between anandamide and the nitrergic system in the dorsolateral periaqueductal gray to modulate anxiety-like behavior in rats. Neuropharmacology, v. 75, n. SI, p. 86-94, DEC 2013. Citações Web of Science: 10.
LISBOA, S. F.; STECCHINI, M. F.; CORREA, F. M. A.; GUIMARAES, F. S.; RESSTEL, L. B. M. DIFFERENT ROLE OF THE VENTRAL MEDIAL PREFRONTAL CORTEX ON MODULATION OF INNATE AND ASSOCIATIVE LEARNED FEAR. Neuroscience, v. 171, n. 3, p. 760-768, DEC 15 2010. Citações Web of Science: 34.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.