Busca avançada
Ano de início
Entree

Filmes Nanoestruturados de Fosfolipídios como Sistemas Miméticos de Membranas Biológicas para Aplicação em Sensores via SERS e Espectroscopia de Impedância.

Processo: 08/07241-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Carlos José Leopoldo Constantino
Beneficiário:Pedro Henrique Benites Aoki
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia de impedância   Efeito Raman   Fosfolipídeos   Sensores

Resumo

Neste projeto de mestrado serão fabricados filmes ultrafinos (nanômetros de espessura) de fosfolipídios utilizando as técnicas de automontagem ou Layer by Layer (LbL) e Langmuir-Blodgett (LB), possibilitando a obtenção de filmes com diferentes arquiteturas moleculares. O objetivo principal é explorar a eficiência destas diferentes arquiteturas moleculares na detecção de fármacos fenotiazínicos em soluções diluídas. Os filmes finos serão depositados sobre eletrodos interdigitados de Pt compondo unidades sensoriais a serem caracterizadas via espectroscopia de impedância, imergindo-as em soluções aquosas contendo diferentes concentrações do fármaco fenotiazínico, sendo os fosfolipídios os elementos responsáveis pela transdução de sinal. A técnica de espalhamento Raman amplificado em superfície (SERS - surface enhanced Raman spectroscopy) será utilizada como instrumento de análise das interações droga/fosfolipídios a partir da deposição de monocamadas LB sobre nanopartículas de Ag e de filmes LbL contendo as nanopartículas de Ag dispersas no seu interior. O crescimento do filme LbL será monitorado via espectroscopia de absorção no ultravioleta e visível (UV-Vis) e a morfologia em escalas micro e nanométrica será investigada, respectivamente, utilizando as técnicas de micro-Raman e microscopia de força atômica (AFM). Serão utilizados fosfolipídios aniônicos, cardiolipina [1,3-Di (3-sn-Fosfatidil)-sn-glicerol] e DPPG ([1,2-Dipalmitoil-sn-3-Glicero-[Fosfo-rac-(1-glicerol)]]), e zwiteriônicos, DOPC [1,2-Dioleoil-sn-Glicero-3-Fosfocolina] e DPPC [L-a-1,2-Dipalmitoil-sn-3-Glicero-Fosfatidilcolina].Este projeto de mestrado é uma continuação do trabalho de IC do próprio candidato, que desenvolveu, por um período de 18 meses (FAPESP 06/57132-2), um estudo destes 4 fosfolipídios na forma de filmes de Langmuir e LB, o que gerou um trabalho aceito para publicação na revista Journal of Nanoscience and Nanotechnology. Durante o segundo semestre de 2008 o candidato vem desenvolvendo um novo projeto de IC (FAPESP 08/02826-5) em que aborda a fabricação e caracterização estrutural de filmes LbL contendo multicamadas dos fosfolipídios DPPC e DPPG, cujos resultados propiciaram a redação de um outro artigo, submetido à revista Langmuir. Este projeto de mestrado é concebido dentro da linha de pesquisa do projeto FAPESP de Auxílio à Pesquisa 06/51039-0 em desenvolvimento junto ao DFQB da FCT/UNESP de Presidente Prudente e contará com a co-orientação do professor Dr. Eloi da Silva Feitosa da UNESP de São José Rio Preto, SP, que atua na área de biofísica molecular e com quem estamos colaborando ao longo do último ano. Contaremos também com a colaboração do Dr. Antonio Riul Jr., especialista em sensores para meio líquido ("língua eletrônica"), e professor junto a UFSCar, campus de Sorocaba.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AOKI, Pedro Henrique Benites. Filmes nanoestruturados de fosfolipídios como sistemas miméticos de membrana biológica para aplicação em sensores via sers e espectroscopia de impedância. 2011. 161 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista. POSMAT - Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais. Presidente Prudente.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.