Busca avançada
Ano de início
Entree

Citogenética comparativa do gênero Engystomops, com o isolamento e caracterização de seqüencias de DNA repetitivo

Processo: 08/11326-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Luciana Bolsoni Lourenço
Beneficiário:Cíntia Pelegrineti Targueta de Azevedo Brito
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Anura   Sequências repetitivas de ácido nucleico   Amphibia   Cromossomos   Citogenética

Resumo

As espécies compreendidas no gênero Engystomops (sensu Nascimento et al., 2005) foram pouco estudadas quanto aos seus caracteres citogenéticos. Dentre as seis espécies desse gênero, somente E. pustulosus, E. petersi e Engystomops sp. D possuem número diplóide descrito, que varia de 2n=22 a 2n=20. A localização cariotípica das NORs é também conhecida para Engystomops sp.D e E. petersi, entretanto somente os cariótipos de diversas populações de E. petersi foram caracterizados também quanto à localização de regiões heterocromáticas. Recentes estudos propõem a presença de um complexo de espécies amazônicas sendo confundidas com E. petersi. Citogeneticamente puderam ser reconhecidos quatro grupos nesse complexo, que corresponderam a populações do Acre (Brasil), Puyo (Equador), Yasuní (Equador) e La Selva (Equador). No entanto, nem sempre é possível a identificação de homeologias cromossômicas entre esses grupos, o que dificulta o reconhecimento dos possíveis rearranjos cromossômicos envolvidos na divergência cariotípica no gênero em questão. Por isso a busca de novos marcadores citogenéticos para auxiliar na identificação dessas populações se faz necessária. É interessante notar que um grande número de bandas heterocromáticas foi encontrado nos cariótipos de Engystomops, especialmente nos cromossomos sexuais X das populações de Puyo e do Acre. No presente projeto, a fim de obter novos marcadores citogenéticos para o estudo desses anuros, pretendemos utilizar enzimas de restrição para o isolamento de seqüências aleatórias de DNA satélites presentes no genoma de Engystomops provenientes de diferentes regiões da Amazônia. Também utilizaremos a técnica de microdissecção de regiões cromossômicas para identificar seqüências de DNA repetitivo específicas dos cromossomos X encontrados nos espécimes de Puyo e do Acre. A localização cromossômica das seqüências isoladas será investigada pela técnica de hibridação in situ fluorescente. Além disso, é também objetivo do presente projeto a descrição dos cariótipos de outras espécies de Engystomops, com o intuito de fornecer novos caracteres para a análise da evolução cariotípica nesse gênero.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TARGUETA, CINTIA P.; KRYLOV, VLADIMIR; NONDILO, TOBIAS E.; LIMA, JUCIVALDO; LOURENCO, LUCIANA B. Sex chromosome evolution in frogs-helpful insights from chromosome painting in the genus Engystomops. HEREDITY, v. 126, n. 3 NOV 2020. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BRITO, Cíntia Pelegrineti Targueta de Azevedo. Citogenética comparativa do gênero Engystomops : uma abordagem clássica e molecular = Comparative cytogenetics of the genus Engystomops: classical and molecular approaches. 2013. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.