Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução molecular das luciferases das lanternas da fase adulta e larval de elaterídeos luminescentes e filogenia molecular de Elateroidea

Processo: 10/02868-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Radiologia e Fotobiologia
Pesquisador responsável:Vadim Viviani
Beneficiário:Danilo Trabuco Do Amaral
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/00574-7 - Organização e análise comparativa do genoma mitocondrial para estudos filogenéticos em Elateroidea (Coleoptera: Polyphaga), BE.EP.DD
Assunto(s):Bioluminescência   Evolução molecular   Ontogenia   Luciferases   Besouros

Resumo

Muitas luciferases de coleópteros luminescentes já foram clonadas e sequenciadas, sendo a maioria de espécies da família Lampyridae. Apesar da clonagem de diversas luciferases, ainda não foram clonadas e comparadas as luciferases nas diferentes fases de vida (ovo, larva e adulto) de uma mesma espécie. Este tipo de estudo é particularmente relevante para melhor compreender a ontogenia e evolução molecular das luciferases e da própria bioluminescência em coleópteros. Para esta finalidade, espécies de besouros que apresentam diferentes cores de bioluminescência nas diferentes fases de vida são particularmente interessantes. O vagalume Pyrearinus termitilluminans apresenta larva com a bioluminescência mais azulada entre os besouros conhecidos, e o adulto possui lanternas abdominais e torácicas, que produzem luz amarela e verde, respectivamente. A luciferase da fase larval já foi clonada e estudos de estrutura e função já existem. Por meio de técnicas de Biologia Molecular, pretende-se clonar e sequenciar luciferases das lanternas da região dorsal do protorax e da região ventral desta espécie. O objetivo desse projeto é comparar as luciferases das diferentes fases de vida e diferentes lanternas bem como investigar os seguintes aspectos: 1) a relação estrutura e cores de bioluminescência em luciferases de elaterídeos; 2) a ontogenia e evolução molecular das luciferases de elaterídeos. (AU)