Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismo de lesao renal em ratos com deficiencia de vitamina d submetidos ao tratamento com tenofovir.

Processo: 11/50409-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 16 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Seguro
Beneficiário:Daniele Canale Cavicchioli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tenofovir   Nefrotoxicidade

Resumo

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é um problema de saúde pública. O uso da terapia antiretroviral acarretou no aumento da expectativa de vida dos pacientes, bem como, no aparecimento de comorbidades. O Tenofovir Disoproxil Fumarato (TDF) foi o primeiro inibidor do nucleotídeo da transcriptase reversa e é considerada a droga mais recomendada para o tratamento da AIDS. O túbulo proximal (TP) é o principal responsável pela excreção do TDF e a sua disfunção pode levar a alterações renais significativas. Além dos comprometimentos renais ocasionados pelo uso do Tenofovir, níveis baixos de vitamina D estão associados com a progressão da lesão renal em pacientes infectados pelo HIV. O rim possui um papel importante no metabolismo da vitamina D e esta, por sua vez, é responsável pela sua proteção e pela regulação de inúmeras atividades fisiológicas. Sendo assim, a carência desta vitamina pode acelerar a progressão da doença renal. Tendo em vista o aumento da incidência de hipovitaminose D na população mundial, esse trabalho tem o objetivo de verificar os mecanismos que levam ao desenvolvimento da lesão renal em ratos depletados de vitamina D submetidos ao tratamento com Tenofovir. Serão utilizados ratos Wistar (Rattus novergicus) que receberão a dieta normal e deficiente em vitamina D, durante 60 dias. Trinta dias após o início dos tratamentos com dieta normal ou deficiente em vitamina D , dois grupos de animais receberão o TDF na dose de 50mg/kg/dia. Ao final dos 60 dias, os animais serão sacrificados e os rins coletados para a análise dos mecanismos de lesão renal, onde serão avaliados as lesões glomerulares e intersticiais, a presença de células inflamatórias, apoptose, a expressão protéica dos transportadores tubulares e o estresse oxidativo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CANALE, DANIELE; DE BRAGANCA, ANA CAROLINA; GONCALVES, JANAINA GARCIA; MASSOLA SHIMIZU, MARIA HELOISA; SANCHES, TALITA ROJAS; ANDRADE, LUCIA; VOLPINI, RILDO APARECIDO; SEGURO, ANTONIO CARLOS. Vitamin D Deficiency Aggravates Nephrotoxicity, Hypertension and Dyslipidemia Caused by Tenofovir: Role of Oxidative Stress and Renin-Angiotensin System. PLoS One, v. 9, n. 7 JUL 21 2014. Citações Web of Science: 12.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAVICCHIOLI, Daniele Canale. Mecanismos de lesão renal em ratos com deficiência de vitamina D submetidos ao tratamento com Tenofovir. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.