Busca avançada
Ano de início
Entree

Insetos eusociais e a estrutura das redes de polinização

Processo: 11/15754-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Guimarães Junior
Beneficiário:Kate Pereira Maia
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54422-8 - Estrutura e dinâmica coevolutiva em redes de interações mutualísticas, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):12/22411-0 - A filogenia de plantas e polinizadores prediz a organização das redes de interações?, BE.EP.MS
Assunto(s):Redes ecológicas   Redes   Polinização

Resumo

Uma das questões atuais no estudo de redes ecológicas é compreender como as características das espécies influenciam a estrutura das redes de interação mutualísticas. A estrutura das redes mutualísticas, por sua vez, pode ter impacto sobre a evolução e coevolução das espécies na rede. Desse modo a estrutura das redes ecológicas pode ligar a ecologia das espécies que interagem com sua evolução e coevolução. Em alguns mutualismos, como a polinização por insetos, algumas espécies que apresentam comportamento eusocial, como a abelha-do-mel Apis mellifera, são reconhecidas como importantes para organização dessas interações. O presente trabalho busca investigar como o comportamento eusocial de polinizadores pode influenciar o papel desempenhado por essas espécies nas redes de polinização. Para isso combinaremos dados empíricos de redes de polinização disponíveis na literatura, análises derivadas da teoria de redes complexas e conhecimento sobre o comportamento social de espécies de polinizadores. Primeiro será necessário caracterizar a estrutura das redes, bem como o papel e a contribuição de cada espécie de polinizador para essa estrutura. Um segundo passo corresponde à classificação do comportamento social dos polinizadores das redes. Por último, controlaremos os efeitos da filogenia para investigar se, independente da história evolutiva, o comportamento eusocial está associado ao papel de um polinizador em redes de polinização. Esta será a primeira investigação realizada sobre o papel do comportamento social das espécies na estruturação de redes de polinização. O projeto também contribuirá com o desenvolvimento de uma teoria que permita compreender o papel história de vida das espécies em sua evolução e coevolução em redes de interação.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAIA, KATE P.; RASMUSSEN, CLAUS; OLESEN, JENS M.; GUIMARAES, JR., PAULO R. Does the sociality of pollinators shape the organisation of pollination networks?. OIKOS, v. 128, n. 5, p. 741-752, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MAIA, Kate Pereira. Insetos sociais e a estrutura de redes de polinização. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.