Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento, identificação e mecanismo de ação de princípios ativos com atividade anticâncer de Croton campestris A.St.-Hil

Processo: 11/22457-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:João Ernesto de Carvalho
Beneficiário:Paula Araujo Monteiro
Instituição-sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18328-8 - Atividade anti-inflamatória e antitumoral de princípios ativos de Croton campestris A. St.-Hil: mecanismos de ação e conexões, BE.EP.DR
Assunto(s):Cultura de células   Antineoplásicos

Resumo

O aumento na expectativa de vida e hábitos que aumentam a exposição à carcinógenos, como fumo, álcool e má alimentação, vêm promovendo um aumento na incidência de câncer já que o envelhecimento do organismo, assim como a ação de agentes cancerígenos, favorece o aparecimento dessa doença, que atualmente é a segunda causa de morte da população. As células tumorais caracterizam-se por ignorar os sinais externos e internos que regulam a proliferação celular, evitam os processos de apoptose e diferenciação, com elevada capacidade para invasão e metástase. Grande parte dos quimioterápicos utilizados atualmente no tratamento do câncer advém de pesquisas desenvolvidas a partir de fontes naturais. A atividade anticâncer dos extratos obtidos das folhas da Croton campestris A.St.-Hil foi avaliada incialmente pela Divisão de Farmacologia e Toxicologia em projeto financiando pela Fapesp (Fapesp-Bioprospecta 2004/07943-9), que fez a triagem de 200 extratos de espécies vegetais do Estado de São Paulo e, também de projeto de iniciação científica (Processo 2006/61249-2) que comparou a atividade anticâncer de extratos obtidos de espécies vegetais utilizadas popularmente para o tratamento de parasitoses. Os resultados obtidos direcionaram o projeto de mestrado já concluído (Processo 2010/02945-4) que aprofundou e caracterizou a atividade anticâncer de extratos e frações obtidos dessa espécie vegetal. A atividade anticâncer de elevada potência foi observada em cultura de células tumorais humanas, especialmente para a linhagem de pulmão, e em modelos experimentais in vivo com a inibição no desenvolvimento do tumor sólido de Ehrlich em camundongos. O trabalho de isolamento orientado pelos testes de atividade em cultura de células tumorais identificou, até o momento, os diterpenos velamona e velamolona entre os prováveis princípios antineoplásicos. Dando continuidade a esse trabalho, o projeto atual tem como objetivo isolar e identificar os princípios ativos com atividade anticâncer, bem como determinar seu mecanismo de ação. Nesse trabalho, as vias celulares envolvidas na atividade antitumoral bem como a avaliação de outras ações corroborativas dessa atividade, como a inibição de processos metastáticos e de angiogênese, serão ser avaliadas. Para tal, o processo de extração, fracionamento, isolamento e identificação dos princípios ativos serão biomonitorados através do teste de atividade antiproliferativa em cultura de células tumorais humanas. As linhagens com maior seletividade aos princípios ativos, como observado para a NCI-H460 (pulmão), serão selecionadas para estudos de mecanismo de morte celular via citometria de fluxo, sendo também avaliados os marcadores celulares de morte como p53, p21, bcl-2, entre outros que viabilizarão a avaliação das vias de morte envolvidas. A partir dos resultados obtidos em cultura de células, os princípios ativos serão avaliados em modelos experimentais (in vivo) de tumor sólido de Ehrlich e través do implante em camundongos de fibras semipermeáveis (hollow fiber), contento células tumorais humanas, a fim de avaliar a eficácia dos componentes ativos frente aos processamentos metabólicos envolvidos nesses modelos. O estudo é pioneiro para a essa espécie vegetal com resultados muito promissores, cuja patente já foi solicitada, o que estimula sua continuidade com o objetivo futuro de prover um novo composto para o tratamento do câncer.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTEIRO, PAULA ARAUJO; MACCARI ZELIOLI, ICARO AUGUSTO; DE OLIVEIRA SOUSA, ILZA MARIA; TASCA GOIS RUIZ, ANA LUCIA; VENDRAMINI-COSTA, DEBORA BARBOSA; FOGLIO, MARY ANN; DE CARVALHO, JOAO ERNESTO. Chemical composition and antiproliferative activity of Croton campestris A.St.-Hil. essential oil. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 33, n. 4, p. 580-583, FEB 16 2019. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MONTEIRO, Paula Araujo. "Croton campestris" A.St.-Hil. : atividades antitumoral e anti-inflamatória. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.