Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento espectro-eletroquímicos de partículas de grafite pirolítico funcionalizadas com compostos peptídicos

Processo: 12/22463-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Wendel Andrade Alves
Beneficiário:Sergio Kogikoski Junior
Supervisor no Exterior: Kylie Alison Vincent
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Oxford, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:12/01933-8 - Matrizes biomiméticas obtidas por eletrofiação: possível aplicação na detecção de NO, BP.DD
Assunto(s):Química supramolecular   Biomimética   Polianilina   Materiais nanoestruturados   Peptídeos

Resumo

A confecção de sistemas supramoleculares baseados em nanomateriais de carbono com moléculas biológicas, geralmente peptídeos e DNA, vem se destacando na lite-ratura devido as suas potenciais aplicações, como: carreador de fármacos, sensores, aumento da interação com células, entre outras, por conta das propriedades advindas da estrutura formada entre o nanomaterial de carbono e a molécula biológica. Esse projeto tem como objetivo a síntese de novos sistemas baseados na modificação de partículas de grafite pirolítico de alta área superficial com compostos peptídicos derivados L-difenilalanina e cisteina. Os peptídeos serão sintetizados por síntese via protocolo Merrifield, e serão então adsorvidos na superfície do grafite em solução, por interações do tipo À-stacking entre os anéis aromáticos da fenilalanina e a superfície, e serão então caracterizados por técnicas espectroscópicas, eletroquímicas e espectro-eletroquímicas, de modo a avaliar a adsorção desses peptídeos na matriz carbônica, esse sistema será então exposto a óxido nítrico, através de reação com a cisteina que apresenta propriedades de ação antiradicalar, o que pode mostrar a potencial aplicação desse sistema como um sensor. Além disso, esse sistema pode ser complexado com íons Fe(II, III) de modo que seja construído um modelo de complexo biomimético de proteínas baseadas em clusters de ferro-enxofre sobre a superfície das partículas de grafite, visando a sua caracterização na superfície e a comparação do modelo biomimético com a enzima nativa. (AU)