Busca avançada
Ano de início
Entree

Osseointegração de implantes de titânio recobertos com nanotubos e instalados sem estabilidade primária: influência da associação adesivo fibrínico/ácido tranexâmico

Processo: 12/24545-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Maria Cristina Rosifini Alves Rezende
Beneficiário:Bruna Cabrera Capalbo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Implantes dentários   Ósseointegração   Biomateriais   Titânio   Ácido tranexâmico   Histomorfometria óssea

Resumo

Quando implantes são instalados imediatamente após a extração dentária pode ocorrer ancoragem primária diminuída e retardo e/ou deficiência do processo de osseointegração. Isto se dá em razão da ampla interface entre as paredes circundantes do alvéolo e a superfície do implante. O propósito deste trabalho será avaliar histomorfometricamente em ratos o reparo ósseo ao redor de implantes recobertos com nanotubos e associados à adesivo fibrínico/ácido tranexâmico. Serão confeccionados 80 implantes de Titânio ASTM F67 (Grau 4), com dimensões de 2.1 x 2.8 mm, usinados em torno CNC STAR®, modelo SR-20RII, com potência de 2,2 kW. Será empregada ferramenta de roscamento externo ISCAR® 16 ER 0.80 ISO IC 908 (metal duro revestido com TiNAl) e fluido de corte ECOCUT 910 (FUCHS®) em abundância. Os implantes serão divididos em dois grupos (n=40): Grupo I (Usinado) e Grupo II (Anodizado). Para anodização eletroquímica será utilizado o meio Glicerol-H2O DI (50-50 v/v) + NH4F com concentração variando de 0,5 a 1,5 % em massa, tensão de 10 a 30V, tempo de 1 a 3 horas, sob agitação mecânica. Os implantes serão identificados, acondicionados individualmente, esterilizados por meio de radiação gamma (25 kGy) e divididos em GI (usinado), GII (usinado/adesivo fibrínico), GIII (usinado/ácido tranexâmico), GIV (usinado/adesivo fibrínico/ácido tranexâmico), GV (anodizado), GVI (anodizado/adesivo fibrínico), GVII (anodizado/ácido tranexâmico) e GVIII (anodizado/adesivo fibrínico/ácido tranexâmico). Na sequência serão implantados em fêmures de 80 ratos machos (250 gramas), os quais serão anestesiados (Xylazina/Ketamina) e tricotomizados em suas patas traseiras direitas. Após incisão, divulsão, acesso ao leito ósseo e perfuração com sobrefresagem (broca única/2.5x3.3mm comprimento) sob irrigação com soro fisiológico, os leitos cirúrgicos serão preenchidos com o material destinado a cada grupo e os implantes instalados. Na sequência será realizada sutura (fio 4.0). Os animais serão sacrificados aos 60 dias pós-operatórios. As peças serão processadas em MMA (Stevenel's blue/Alizarin red S).Unitermos: implantes dentários, osseointegração, nanotubos , adesivo tecidual de fibrina, ácido tranexâmico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES-REZENDE, MARIA C. R.; CAPALBO, LETICIA C.; DE OLIVEIRA LIMIRIO, JOAO P. J.; CAPALBO, BRUNA C.; LIMIRIO, PEDRO H. J. O.; ROSA, JORGE L. The role of TiO2 nanotube surface on osseointegration of titanium implants: Biomechanical and histological study in rats. MICROSCOPY RESEARCH AND TECHNIQUE, v. 83, n. 7 MAR 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.