Busca avançada
Ano de início
Entree

Interações entre formigas e plantas com nectários extraflorais: padrões comunitários ao longo de um gradiente latitudinal no bioma do cerrado

Processo: 13/10201-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Moreira Carvalho de Oliveira
Beneficiário:Hélio Soares Júnior
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/23671-5 - Interações entre formigas e plantas com nectários extraflorais: padrões comunitários ao longo de um gradiente latitudinal no bioma do cerrado, AP.R
Assunto(s):Formigas   Cerrado   Interação planta-inseto

Resumo

Formigas (Hymenoptera: Formicidae) constituem um dos mais proeminentes grupos de organismos terrestres em termos de diversidade, abundância relativa e biomassa animal, especialmente na vegetação. As interações entre formigas e plantas podem ser determinantes para o surgimento de adaptações específicas, assim como para a diferenciação de linhagens de plantas. Os nectários extraflorais (NEFs) são estruturas glandulares que frequentemente mediam a interação formiga-planta através da oferta de recursos alimentares para as formigas, as quais podem beneficiar a planta ao reduzirem os efeitos negativos dos herbívoros sobre tecidos vegetais. NEFs são particularmente abundantes na flora do cerrado, promovendo um intenso forrageamento de formigas sobre a vegetação. Entretanto, o resultado desta interação do ponto de vista da planta pode ser variável no espaço, pois a interação pode ser condicionada por variações de fatores ambientais diversos e/ou pela própria distribuição dos organismos interagentes. Neste projeto será estudado como a interação entre formigas e plantas com NEFs é afetada pela variação das condições climáticas, da qualidade do solo, e das relações filogenéticas entre as espécies de plantas dentro das comunidades ao longo do bioma cerrado, em um gradiente latitudinal de aproximadamente 2.100 km. Inicialmente estudaremos como se dá a variação na abundância de plantas com NEFs ao longo desse gradiente. Subsequentemente, será estudada a variação do efeito protetor da visitação das formigas a plantas com estes atrativos (em termos da diminuição de herbivoria) ao longo do mesmo gradiente. Finalmente, estudaremos se as interações com formigas pode afetar a estruturação filogenética da comunidades locais de plantas em relação a outras variáveis ambientais (e.g. climáticas e/ou edáficas). (AU)