Busca avançada
Ano de início
Entree

Detritos espaciais: colisões com satélites artificiais e a terra

Processo: 12/24369-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Dinâmica de Vôo
Pesquisador responsável:Rodolpho Vilhena de Moraes
Beneficiário:Jarbas Cordeiro Sampaio
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/21023-6 - Dinâmica de satélites artificiais, AP.TEM
Assunto(s):Satélites artificiais   Dinâmica orbital   Colisões

Resumo

O crescente número de objetos orbitando a Terra justifica a grande atenção e interesse na observação, proteção à espaçonave e em evitar colisões. Estes estudos envolvem diferentes perturbações e ressonâncias nos movimentos orbitais destes objetos distribuídos pelas distintas altitudes. A maior parte dos objetos são encontrados na região de órbitas baixas da Terra ou LEO (Low Earth Orbit) porque esta região possui uma grande quantidade de detritos espaciais. Neste trabalho, todos os objetos catalogados nos arquivos TLE (Two-Line Elements) do NORAD (North American Defense) são estudados. Usando dados reais de satélites artificiais e detritos espaciais, o cenário atual de risco de colisão pode ser investigado. As órbitas ressonantes têm uma grande parte dos objetos e possíveis movimentos irregulares são considerados pela presença de diferentes ângulos ressonantes descrevendo a dinâmica orbital destes objetos. Um problema adicional é observado na região LEO porque muitos detritos espaciais estão atravessando a atmosfera da Terra e colisões com a superfície do Planeta são uma realidade atual e futura.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SAMPAIO, J. C.; WNUK, E.; VILHENA DE MORAES, R.; FERNANDES, S. S. Resonant Orbital Dynamics in LEO Region: Space Debris in Focus. MATHEMATICAL PROBLEMS IN ENGINEERING, 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.