Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição de adiposidade, adipocitocinas e características cardiovasculares em indivíduos portadores de lesão da medula espinhal

Processo: 13/22815-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Wilson Nadruz Junior
Beneficiário:Cristiane Maria de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Assunto(s):Bioquímica   Traumatismos da medula espinal   Obesidade   Tecido adiposo   Adipocinas

Resumo

Evidências clínicas e epidemiológicas têm demonstrado que indivíduos portadores de lesão da medula espinhal (LM) apresentam maior prevalência de doenças cardiovasculares em comparação com a população geral. Em concordância com estes dados, nosso grupo demonstrou recentemente que sujeitos com LM crônica apresentam maior espessura íntima-média (EIM) carotídea e pior função diastólica do ventrículo esquerdo quando comparados com sujeitos saudáveis. Com o aumento da idade e do tempo de lesão, muitos indivíduos com LM têm um estilo de vida sedentário, o que está associada ao desenvolvimento de diversas enfermidades (por exemplo, osteoporose, dor nas extremidades superiores, obesidade, diabetes e doença cardiovascular), resultando na redução da qualidade de vida. Apesar da prevalência de obesidade ser subestimada, ela pode estar presente em mais de 2/3 dos indivíduos com LM. O tecido adiposo atua como um órgão secretor produzindo uma grande variedade de substancias bioativas conhecidas como adipocinas. O objetivo deste estudo será investigar a participação destas adipocinas, em indivíduos saudáveis e portadores de LM sedentários e praticantes de exercício em cadeira de rodas, e correlacionar estes dados com a espessura íntima-média carotídea e parâmetros funcionais e estruturais do ventrículo esquerdo.