Busca avançada
Ano de início
Entree

Tafonomia de macrovertebrados de depósitos fossilíferos da Formação Solimões (bacia do Acre, Mioceno superior)

Processo: 14/02006-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Annie Schmaltz Hsiou
Beneficiário:Marcos César Bissaro Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/14080-0 - Os Squamata (Reptilia, Lepidosauria) do Cretáceo e Terciário (Paleogeno/Neogeno) das bacias Bauru, Aiuruoca e Acre: sistemática, evolução e paleoambientes, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):16/00476-3 - Tafonomia e geoquímica de fósseis de macrovertebrados da Formação Solimões (bacia do Acre, Mioceno superior), BE.EP.DR
Assunto(s):Tafonomia   Mioceno

Resumo

A Formação Solimões, de idade Mioceno Superior, vem sendo há muito estudada na bacia sedimentar do Acre. Em afloramentos rochosos dos principais rios acreanos já foi evidenciada uma rica e diversa fauna fóssil, composta por moluscos (bivalves e gastrópodes), mamíferos de pequeno e grande porte, répteis e aves, além de lenhos de angiospermas. Escassos, no entanto, são os trabalhos que buscam compreender os aspectos tafonômicos destes depósitos fossilíferos. O presente trabalho propõe-se, por meio de uma coleta realizada segundo protocolos tafonômicos associada à geração de assinaturas tafonômicas e geoquímicas, melhor compreender os processos bioestratinômicos e diagenéticos ligados à formação dos depósitos fossilíferos de macrovertebrados, trazendo subsídios para interpretações paleoambientais e paleoecológicas mais refinadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Animais gigantes viviam em megapantanal na Amazônia 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.