Busca avançada
Ano de início
Entree

Introdução de efeitos de maré no problema spin-órbita

Processo: 14/11163-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astronomia de Posição e Mecânica Celeste
Pesquisador responsável:Nelson Callegari Júnior
Beneficiário:Filipe Batista Ribeiro
Supervisor no Exterior: Alexandre C. M. Correia
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de Aveiro (UA), Portugal  
Vinculado à bolsa:12/21611-5 - Ressonâncias planetárias spin-órbita com modelos de interação de camadas e perturbação planetária, BP.MS
Assunto(s):Exoplanetas   Maré

Resumo

A rotação de um corpo não esférico (secundário) é perturbada pelo torque do corpo central (primário). Um dos objetivos do projeto principal de mestrado do aluno Filipe Batista Ribeiro (Processo FAPESP: 2012/21611-5) é estudar dinâmica de rotação de super-terras com um modelo conservativo de ressonância spin-órbita mais geral que o modelo clássico bem conhecido (Goldreich & Peale 1966). Embora certas aproximações ainda são mantidas, tal como ausência de obliquidade do eixo de rotação, o nosso modelo inclui perturbações planetárias na órbita do planeta cuja rotação está sendo estudada, e estrutura interna diferenciada do planeta (Valencia et al. 2006). Como discutido em Callegari & Rodríguez (2013), no caso das super-terras quentes com períodos orbitais da ordem de dias ou menos, torques de maré podem dominar as perturbações no movimento rotacional planetário. De fato, dependendo de parâmetros tal como coeficiente de não esfericidade do planeta, coeficiente de dissipação planetário etc, a estabilidade da rotação em ressonâncias spin-órbita não é garantida (Goldreich 1966). O projeto (original) de mestrado não contempla, entre os seus objetivos a inclusão de efeitos dissipativos introduzido por maré. O presente projeto BEPE tem como principal objetivo tal meta que, além complementar a formação do aluno, visa refinar resultados apresentados no Apêndice 2 de Callegari & Rodríguez (2013). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CALLEGARI, JR., N.; BATISTA RIBEIRO, F. The spin-orbit resonant problem including core-mantle gravitational coupling. COMPUTATIONAL & APPLIED MATHEMATICS, v. 34, n. 2, p. 423-435, JUL 2015. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.