Busca avançada
Ano de início
Entree

Facetas de porcelana delgadas cimentadas sobre dentes não preparados: estudo clínico longitudinal, cego e prospectivo sobre a influência na integridade, forma e posição da margem gengival

Processo: 14/11799-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eduardo Passos Rocha
Beneficiário:Nara Santos Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Facetas dentárias   Porcelana dentária   Gengiva   Retração gengival

Resumo

Introdução: O uso de facetas de porcelana cimentadas sobre dentes com adequado suporte em esmalte apresenta sobrevida de 82,93% após 20 anos de acompanhamento. O alto índice de sucesso aliado a evolução tecnológica de materiais e técnicas têm favorecido o uso de facetas de porcelana com mínima espessura (0,2mm) sobre dentes sem preparação dental, cujo comportamento sobre a margem gengival não está estabelecido. Objetivo: Avaliar a influência do uso de facetas de porcelana delgadas (0,2mm), cimentadas sobre dentes anteriores não preparados, no comportamento (integridade, forma e posição) da margem gengival, através de um estudo clínico longitudinal, cego e prospectivo. Materiais e métodos: 66 restaurações do tipo faceta de porcelana, delgadas, com espessura de borda cervical de 0,2mm, serão cimentadas sobre dentes anteriores maxilares, sem a realização prévia de preparo dental. Dentes vizinhos, homólogos ou antagônicos serão utilizados como controle. O fator do estudo será o tempo (T) de análise em 6 níveis (baseline (previamente ao tratamento), T0 (7 dias após a cimentação), T1 (15 dias), T2 (30 dias), T3 (60 dias), T4 (120 dias), e T5 (180 dias após a cimentação)), sendo as variáveis de resposta o índice gengival, o índice de placa bacteriana, e a recessão gengival. Antes do procedimento restaurador, os dentes a serem restaurados serão submetidos à avaliação clínica com o uso de uma sonda periodontal automática do tipo Flórida, segundo as variáveis de resposta, com repetição nos 6 tempos de análise subsequentes. Fotografias digitais serão obtidas com câmera digital SLRD, lente macro 100mm, e flash de ponto lateral, com padronização da distância focal, luminosidade, e balanço de branco, em incidência ortostática, para cada dente em cada tempo de estudo, auxiliando na interpretação clínica dos dados. Resultados: Após a análise descritiva dos resultados tabulados, serão verificadas as pressuposições de normalidade e homogeneidade, considerando a aplicação da ANOVA. Caso as pressuposições não sejam atendidas, prevê-se o uso do teste de Kruskall-Wallis, segundo literatura correlata. O nível de significância considerado para diferença entre as médias será de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARAUJO, Nara Santos. Influência do contorno axial de laminados cerâmicos, sem término cervical, sobre o comportamento da margem gengival : estudo clínico prospectivo. 2016. 139 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp) Faculdade de Odontologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.