Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do sistema AGR e determinação do perfil clonal por PFGE e MLST em MRSA isolados de pacientes de um hospital de ensino

Processo: 14/26687-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Ribeiro de Souza da Cunha
Beneficiário:Wivian Caroline Ramos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Bacteriologia   Resistência microbiana a medicamentos   Tipagem de sequências multilocus   Pacientes internados   Prevalência   Eletroforese em gel de campo pulsado   Staphylococcus aureus resistente à Meticilina   Staphylococcus aureus   Técnicas de genotipagem

Resumo

Staphylococcus aureus é um dos patógenos mais isolados em infecções no ambiente hospitalar e representa um grande problema para os sistemas de saúde pública devido à facilidade de adquirir resistência aos antimicrobianos convencionalmente utilizados. Estudos recentes apontam para elevação da incidência das infecções causadas por S. aureus e esse fato é agravado pela ampla disseminação de isolados desse micro-organismo provenientes de ambientes hospitalares resistentes à meticilina (Staphylococcus aureus resistente à meticilina - MRSA). MRSA é responsável por uma grande variedade de infecções, atingindo desde tecidos superficiais até os mais profundos onde penetram através do rompimento das barreiras naturais, sendo associados a doenças de pele, tecidos moles e infecções graves como sepse, que pode ser fatal. A genotipagem de isolados ao nível de cepas é cada vez mais importante, a fim de verificar se os organismos envolvidos em surtos hospitalares ou em eventos de transmissão cruzada possuem possível relação clonal. Este projeto tem por objetivo a determinação da prevalência de S.aureus e MRSA em hemoculturas coletadas de pacientes internados no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Botucatu(FMB) visando determinar o perfil de virulência e resistência antimicrobiana dessas cepas, bem como a pesquisa de clones prevalentes no hospital que será realizada através da caracterização clonal por Pulsed-Field Gel Electrophoresis (PFGE) e Multilocus Sequence Typing (MLST) para reconhecimento de clusters prevalentes em diferentes unidades do HC da FMB.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)