Busca avançada
Ano de início
Entree

Reprodutibilidade do instrumento de Avaliação da Mobilidade nos Espaços de Vida da University of Alabama at Birmingham Study of Aging e sua correlação com a Dispnéia de Idosos com Doenças Respiratórias Crônicas

Processo: 15/12614-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Adriana Claudia Lunardi
Beneficiário:Carina Tiemi Tiuganji
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dispneia   Idosos   Inquéritos e questionários   Mobilidade   Reprodutibilidade   Pneumopatias   Fisioterapia

Resumo

Racional: Os sintomas respiratórios e a redução de mobilidade apresentam alta prevalência entre idosos e estão associados a importantes resultados adversos. O uso de questionários com reprodutibilidade adequada é necessário para aferir o construto com segurança na prática clínica e em pesquisas científicas. Objetivos: Testar a reprodutibilidade (confiabilidade, concordância e consistência interna) do questionário de Avaliação de Mobilidade nos Espaços de Vida da University of Alabama at Birmingham Study of Aging administrado em idosos com doenças respiratórias crônicas. E avaliar a correlação entre a mobilidade e a dispneia nesta população. Métodos: O questionário de Avaliação de Mobilidade nos Espaços de Vida da University of Alabama at Birmingham Study of Aging será administrado em 50 idosos com doenças respiratórias crônicas na linha de base e após 15 dias horas (teste e re-teste). O questionário que avalia dispneia (Modified Dyspnea Index) também será aplicado na linha de base. A reprodutibilidade será avaliada através da confiabilidade pelo coeficiente de correlação intraclasse do tipo 2,1 (CCI2,1), da concordância pelo erro padrão de medida (EPM) e diferença mínima detectável com confiança de 90% (DMD90), e da consistência interna pelo Alpha de Cronbach. A correlação entre a mobilidade e a dispneia será testada pelo teste de Pearson. O nível de significância será ajustado em 5%. Resultados esperados: esperamos que o questionário de Avaliação de Mobilidade nos Espaços de Vida da University of Alabama at Birmingham Study of Aging tenha reprodutividade adequada na avaliação de mobilidade em idosos com doenças respiratórias. Além disso, que haja correlação forte e negativa (quanto maior a dispneia, menor a mobilidade) entre mobilidade e dispneia em idosos com doenças respiratórias crônicas. Deste modo, este poderá ser um questionário bastante aplicado na prática clínica para avaliação do impacto da doença nos idosos e do efeito de programas de exercícios nesta população.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONTENELE GARCIA, ISABEL FIALHO; TIUGANJI, CARINA TIEMI; MORAIS PEREIRA SIMOES, MARIA DO SOCORRO; LUNARDI, ADRIANA CLAUDIA. A study of measurement properties of the Life-Space Assessment questionnaire in older adults with chronic obstructive pulmonary disease. CLINICAL REHABILITATION, v. 32, n. 10, p. 1374-1382, OCT 2018. Citações Web of Science: 2.
FONTENELE GARCIA, ISABEL FIALHO; TIUGANJI, CARINA TIEMI; MORAIS PEREIRA SIMOES, MARIA DO SOCORRO; SANTORO, ILKA LOPES; LUNARDI, ADRIANA CLAUDIA. Systemic effects of chronic obstructive pulmonary disease in young-old adults' life-space mobility. INTERNATIONAL JOURNAL OF CHRONIC OBSTRUCTIVE PULMONARY DISEASE, v. 12, p. 2777-2785, 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.