Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação do antígeno estrógeno alfa utilizando um imunossensor baseado em grafeno modificado com nanopartículas de ouro e quantum dots de PBS como marcador

Processo: 15/17274-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Ivana Cesarino
Beneficiário:Heloísa Catharenussi Vanzela
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Biomateriais   Pontos quânticos   Nanopartículas metálicas   Neoplasias mamárias   Grafenos

Resumo

Neste projeto de pesquisa será avaliado a presença do antígeno estrógeno alfa (ERa) utilizando-se biossensores baseados em grafeno (GR) modificado com nanopartículas de ouro (AuNPs) e um marcador baseado em quantum dots de PbS. Pretende-se aprimorar a metodologia de produção dos imunossensores eletroquímicos para que estes venham possuir maior sensibilidade, seletividade e eficiência na detecção de biomarcadores de câncer. Segundo o INCA, o câncer de mama é hoje o segundo tipo mais frequente no mundo, sendo a cada ano, responsável por 22% dos casos novos. Apesar do câncer de mama ser relativamente raro em mulheres com menos de 35 anos, é imprescindível seu diagnóstico precoce para que o tratamento adequado seja eficaz. A sobrevivência média mundial de mulheres é de 61% quando decorridos cinco anos da doença sem diagnóstico e essa necessidade por análises mais rápidas é que se leva ao aprimoramento das técnicas e materiais usados na produção de um novo biossensor.