Busca avançada
Ano de início
Entree

JOSÉ VERÍSSIMO, INTELECTUAL AMAZÔNICO: a circulação em congressos acadêmicos e contatos científicos na Europa (Lisboa, 1880; Paris, 1889)

Processo: 16/10917-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2016
Vigência (Término): 01 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Maurilane de Souza Biccas
Beneficiário:Felipe Tavares de Moraes
Supervisor no Exterior: Joaquim Antonio de Sousa Pintassilgo
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:15/06940-0 - José Veríssimo, intelectual amazônico: a construção de um lugar de produção (Pará, 1877-1892), BP.DR
Assunto(s):História da educação

Resumo

O projeto pretende investigar o fazer-se intelectual amazônico de José Veríssimo, a partir da sua circulação em congressos acadêmicos e contatos científicos na Europa. No Congresso Literário Internacional (1880), ocorrido em Lisboa, José Veríssimo participou como ouvinte e correspondente do jornal A Província do Pará, enviando artigos e relatando o congresso. Por sua vez, aconteceu em Paris, o 10º Congresso Arqueológico e Antropológico (1889), no qual Veríssimo apresentou um trabalho intitulado "O Homem do Marajó e a Antiga Civilização Amazônica". Houve ainda a troca de correspondência com intelectuais europeus: Enrico Gligioli e Émile Guimet, respectivamente, diretores do Museo Zoologico dei Vertebrati, do Instituto di Studi Supiori in Firenzi, e do Museé Guimet. Assim, concebemos que estes deslocamentos foram formas de agenciamento de José Veríssimo como intelectual que pensou e estabeleceu articulações literárias e científicas a partir dos seus conhecimentos sobre a Amazônia.