Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de instrumento de suporte ao co-design, integrado à plataforma Building Information Modeling, para projetos de edifícios de assistência à saúde.

Processo: 16/05522-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Márcio Minto Fabricio
Beneficiário:Michele Caroline Bueno Ferrari Caixeta
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Processo de projeto

Resumo

Caracterizado por grande complexidade, o projeto de edifícios de saúde precisa garantir funcionalidade e eficiência operacional à edificação, através de espaços que facilitem a realização das atividades de atenção à saúde. Isto é ainda mais proeminente em países como o Brasil, onde os serviços de atenção à saúde são deficitários, principalmente na esfera pública. Para tanto, é necessário um amplo conhecimento acerca dos usuários e dos fluxos e atividades que compõem os serviços prestados, que geralmente os arquitetos não possuem. Neste contexto, o co-design com usuários pode contribuir para o redesenho das atividades de atenção à saúde e assim possibilitar que os arquitetos alinhem o projeto do espaço físico com o projeto dos serviços, aumentando a oferta e a qualidade do atendimento à população. No entanto, os métodos e instrumentos para viabilizar o co-design através de uma linguagem comum entre arquitetos e usuários ainda são incipientes, o que dificulta a disseminação desta abordagem. Paralelamente, a expansão do uso da plataforma BIM em projetos de edifícios tem demonstrado grandes vantagens para o processo de projeto, como redução de tempos e custos, visualização antecipada e precisa das decisões de projeto, colaboração antecipada dos diferentes intervenientes e aumento da eficiência do processo. O problema desta pesquisa reside na escassez de instrumentos para viabilização do co-design no processo de projeto de edifícios de assistência à saúde, como perspectiva para trazer os conhecimentos relativos à utilização da edificação ao projeto, e assim aumentar a adequação entre edifício e uso. A pesquisa aqui proposta busca, neste sentido, uma proposição inovadora de solução através da abordagem da Design Science Research (DSR). Como solução, propõe-se o desenvolvimento e construção e teste de um instrumento físico para dar suporte ao co-design com usuários, que possa ser interligado à plataforma BIM, através de tecnologias como, por exemplo, código de barras ou Radio Frequency Identification (RFID).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MICHELE CAROLINE BUENO FERRARI CAIXETA; MÁRCIO MINTO FABRICIO. Métodos e instrumentos de apoio ao codesign no processo de projeto de edifícios. Ambient. constr., v. 18, n. 1, p. -, Mar. 2018.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.