Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de resistência antimicrobiana de Staphylococcus spp., Streptococcus spp. e Klebsiella pneumoniae isoladas em cães

Processo: 16/18529-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Paes
Beneficiário:Gabrielly Terra Sartori Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Resistência microbiana a medicamentos   Klebsiella pneumoniae   Staphylococcus   Streptococcus   Cães   Microbiologia

Resumo

Os antimicrobianos são a segunda classe de droga mais utilizada, sendo responsável por 20 a 50% das despesas hospitalares. Porém, o uso extensivo e muitas vezes inapropriado dos antibióticos, más condições de higiene, fluxo contínuo de viajantes, o aumento de pacientes imunocomprometidos e a demora para diagnóstico das infecções bacterianas têm favorecido o aumento da resistência, um problema de saúde pública e que deve ser abordado sob vários aspectos. Esse trabalho tem como objetivo traçar um perfil de resistência de bactérias Staphylococcus spp, Streptococcus spp e Klebsiella spp isoladas em cães frente a diversos antibióticos de uso cotidiano. Para isso serão isoladas 20 amostras de Klebsiella spp, 60 amostras de Staphylococcus spp e 60 amostras de Streptococcus spp, sendo testados 25, 28 e 23 antibióticos respectivamente em cada. Cada antimicrobiano terá realizada a sua leitura observando o seu diâmetro total de inibição ou seu raio em mm, e esta será comparada ao perfil devidamente descrito nas tabelas de sensibilidade, sendo este organismo então caracterizado como sensível, intermediário ou resistente aos referidos antibióticos. (AU)