Busca avançada
Ano de início
Entree

Alvos terapêuticos epigenômicos: perfil de miRNA em um modelo in vitro de osteoartrite tratado com rLosac (PD-1)

Processo: 16/11965-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: GlaxoSmithKline
Pesquisador responsável:Ana Marisa Chudzinski-Tavassi
Beneficiário:Carlos de Ocesano Pereira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50040-4 - Rational approach for searching molecular targets involved in inflammatory events and cell survival, AP.PCPE
Assunto(s):Cultura de células   MicroRNAs   Expressão gênica   Osteoartrite

Resumo

MicroRNAs uma classe de pequenos RNAs não codificantes, evolutivamente conservados, com 20-23 nucleotídeos em média, amplamente expressos em diferentes tipos de células e tecidos. Eles desempenham papel regulador fundamental em uma variedade de vias metabólicas, eventos celulares e processos fisiológicos, como a resposta imune, patogênese do câncer e doenças inflamatórias, incluindo a osteoartrite (OA), artrite reumatoide e condições neuroinflamatórias. Um grande corpo de literatura estabelece que o envelhecimento dos condrócitos está associado com a degeneração da cartilagem articular, que é normalmente observado na patogênese das doenças articulares, tais como artrite reumatóide e OA. Estudos preliminares in vitro em condrócitos isolados, rLosac (uma forma recombinante da proteína isolada a partir da lagarta Lonomia obliqua) verificaram que a proteína é um agente anti-apoptótico eficaz e tem um efeito citoprotector em 48h e 72h de tratamento. Além disso, o rLosac foi capaz de reduzir a expressão da ²-galactosidase induzida pela IL-1², o que sugere que rLosac pode ter o potencial de prevenir as características de senescência em condrócitos osteoartríticos. Considerando-se os efeitos protetores do rLosac neste modelo de OA e o possível envolvimento de microRNAs na regulação destas vias, o principal objetivo deste projeto é determinar um perfil de microRNA em condrócitos tratados com rLosac para determinar as vias de citoproteção ativadas e relacionar com prováveis alvos para OA. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.