Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação do protozoário Crithidia spp com o bacterioma associado a abelhas sem ferrão Melipona scutellaris: estudos químicos, ecológicos e farmacológico

Processo: 17/01188-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Beneficiário:Diego Carlos Rodriguez Hernandez
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50954-0 - Novos agentes terapêuticos obtidos de bactérias simbiontes de invertebrados brasileiros, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Melipona scutellaris   Produtos naturais   Ecologia química   Química médica

Resumo

Nas últimas décadas micro-organismos simbiontes têm demonstrado a capacidade de biossintetizar substâncias químicas com elevado potencial biológico, despertando grande atenção nas pesquisas em diversas áreas. Sabe-se que os insetos sociais estão expostos a diversas pressões ambientais abióticas e bióticas aumentando sua susceptibilidade frente inimigos naturais tais como agentes patogênicos. Assim, estes insetos evolutivamente desenvolveram mecanismos de defesas associando-se com bactérias, que atuam como escolta do hospedeiro contra esses inimigos. Neste contexto, no âmbito do projeto temático ICBG "Novel therapeutic agents from the bacterial symbionts of Brazilian invertebrates", este projeto pretende priorizar o estudo do bacterioma associado às abelhas sem ferrão Melipona scutellaris e verificar se existe alguma relação interespecífica de proteção mediada por metabólitos secundários microbianos frente ao protozoário Crithidia spp., que está associado a doença que leva ao colapso de colônias de abelhas (CCD) e também frente aos outros micro-organismos entomopatogênicos como: Beauveria bassiana, Metarhizium anisopliae e Paenibacillus larvae (Ecologia Química). O uso de métodos cromatográficos permitirá monitorar, identificar e isolar os metabólitos secundários microbianos de interesse, para serem caracterizados com o uso extensivo de métodos espectroscópicos, espectrométricos e outros que fossem necessários (Química de Produtos Naturais). O conhecimento da função ecológica de proteção dos produtos naturais caracterizados poderá contribuir de forma mais racional para a descoberta de compostos naturais com potencial antiparasitário (Química Medicinal), alinhando a função ecológica à possível função terapêutica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUEZ-HERNANDEZ, DIEGO. Secondary metabolites as a survival strategy in plants of high mountain habitats. Boletin Latinoamericano y del Caribe de Plantas Medicinales y Aromaticas, v. 18, n. 5, p. 444-458, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
RODRIGUEZ-HERNANDEZ, DIEGO; MELO, WEILAN G. P.; MENEGATTI, CARLA; LOURENZON, VITOR B.; DO NASCIMENTO, FABIO S.; PUPO, MONICA T. Actinobacteria associated with stingless bees biosynthesize bioactive polyketides against bacterial pathogens. NEW JOURNAL OF CHEMISTRY, v. 43, n. 25, p. 10109-10117, JUL 7 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.