Busca avançada
Ano de início
Entree

Triagem auditiva: comparação de dois métodos teste

Processo: 16/23053-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Ana Claudia Figueiredo Frizzo
Beneficiário:Brena Elisa Lucas
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Deficiência auditiva   Emissões otoacústicas   Potenciais evocados auditivos   Audição   Audiologia

Resumo

Introdução: A qualidade de vida está diretamente relacionada ao desenvolvimento das habilidades do indivíduo, uma vez que a privação sensorial é capaz de interferir nesta progressão, a descoberta precoce da surdez se faz necessária. É neste cenário que se insere o programa de triagem auditiva neonatal, principal instrumento para identificação prévia de perdas auditivas, formada principalmente pela realização das emissões otoacústicas evocadas e potencial evocado auditivo de tronco encefálico. Objetivo: analisar e comparar a concordância das respostas aferidas por PEATE convencional e/ou automático e das EOAE. Método: Trata-se de um estudo descritivo e analítico de corte transversal. Como procedimento de pré-coleta será realizada a avaliação audiológica básica para determinação dos limiares audiométricos e então os sujeitos serão divididos em 2 grupos, sendo: Grupo 1 - formado por 10 indivíduos com limiares audiométricos normais; Grupo 2a - formado por 10 indivíduos com perda auditiva coclear e Grupo 2b - formado por 10 indivíduos com perda auditiva retrococlear. Será realizada a coleta, com registro do potencial auditivo de tronco encefálico convencional e/ou automático pelo e emissões otoacústicas transientes e por produto distorção, e então será realizada a análise e comparação das respostas dos dois grupos. Para tanto, serão feitas a análise descritiva e análise estatística inferencial dos dados. (AU)