Busca avançada
Ano de início
Entree

Darwinismo quântico e Contextualidade

Processo: 16/24162-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 18 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcelo de Oliveira Terra Cunha
Beneficiário:Roberto Dobal Baldijão
Instituição-sede: Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/02221-0 - Limites Clássicos em Teorias Gerais de Probabilidades e Darwinismo pós-Quântico, BE.EP.DR

Resumo

Contextualidade é uma das características que distinguem teoria quântica das teorias clássicas. A incompatibilidade entre teorias de variáveis ocultas não-contextuais e a teoria quântica vem sendo confirmada teórica e experimentalmente. Diferente de não-localidade, existem casos em que essa contradição pode ser expressa por violações de desigualdades independentes do estado e ser considerada uma contradição da estrutura da teoria quântica com a intuição de teorias clássicas. Contextualidade tem chamado atenção, além de fatores fundamentais, por ser candidata a recurso para computação quântica mais eficiente.Além de entender como a teoria quântica se distancia das clássicas, também é possívelentender como estas se relacionam. Existe hoje um paradigma em que a interação entre sistemas quânticos pode levar a limites em que estes se comportam de maneira esperada e prevista por teorias clássicas. Historicamente, o estudo de decoerência trouxe avanços significativos nesse entendimento. A introdução do Darwinismo Quântico por Zurek e colaboradores encontrou explicações para a objetividade e supressão de superposições de maneira mais detalhada; desenvolvimentos posteriores refinaram estes resultados.Considerando teorias clássicas como limites da teoria quântica, é possível explicar como processos dinâmicos quânticos levam à supressão de contextualidade? Seria o caso de violações de desigualdade ocorrerem, mas serem, tipicamente, imperceptíveis? É possível que contextualidade exerça algum papel na dinâmica desses limites clássicos? O estudo dinâmico de contextualidade sob a ótica do Darwinismo Quântico pode conectar áreas aparentemente distintas, trazendo contribuições a ambas e é a proposta neste projeto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORGES, G. F.; BALDIJAO, R. D.; CONDE, J. G. L.; CABRAL, J. S.; MARQUES, B.; TERRA CUNHA, M.; CABELLO, A.; PADUA, S. Automated quantum operations in photonic qutrits. Physical Review A, v. 97, n. 2 FEB 2 2018. Citações Web of Science: 1.
BALDIJAO, R. D.; BORGES, G. F.; MARQUES, B.; SOLIS-PROSSER, M. A.; NEVES, L.; PADUA, S. Proposal for automated transformations on single-photon multipath qudits. Physical Review A, v. 96, n. 3 SEP 18 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.