Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e validação de uma plataforma molecular multiplex para o diagnóstico confirmatório da infecção pelo vírus Zika e produção de insumos

Processo: 17/20280-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Simone Kashima Haddad
Beneficiário:Vanessa Mendes
Instituição-sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/15049-3 - Desenvolvimento e validação de uma plataforma molecular multiplex para o diagnóstico confirmatório da infecção pelo vírus Zika e produção de insumos, AP.PP.SUS
Assunto(s):Vírus da dengue   Vírus Zika   Reação em cadeia da polimerase em tempo real   Técnicas e procedimentos diagnósticos

Resumo

Com a rápida disseminação do vírus Zika (ZIKV) no mundo e a entrada desta virose emergente em nosso país, tornou-se necessária uma rápida estratégia em diversas áreas de atuação para o avanço do conhecimento sobre esta infecção viral. Muitos estudos da comunidade científica brasileira e internacional são direcionados para esclarecer aspectos da fisiopatogênese da infecção, entretanto, ainda são necessários esforços no desenvolvimento e na melhoria dos testes diagnósticos para ZIKV para que sejam de eficazes, de fácil acesso e execução e baixo custo. Esta proposta tem por objetivo desenvolver e validar uma plataforma molecular multiplex para o diagnóstico confirmatório e discriminatório do ZIKV e Dengue (DENV) por meio de PCR em tempo real. A proposta também inclui a produção e caracterização de insumos úteis para o diagnóstico desta infecção viral como o controle endógeno e o controle positivo quantificado de ZIKV. Esta proposta envolve a participação de pesquisadores das instituições: Hemocentro de Ribeirão Preto, Unidade de Emergência Pediátrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP (serviço de assistência ao SUS) e Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Pirassununga, USP (instituição de pesquisa). Acreditamos que a abordagem multicêntrica e multidisciplinar, de forma integrada e complementar, será eficiente e permitirá o desenvolvimento de uma plataforma molecular robusta para o diagnóstico discriminatório de ZIKV e DENV. Adicionalmente, espera-se que a conclusão diagnóstica permita detalhar os estudos da biologia do ZIKV responsável pelo surto no Brasil e consequentemente contribuir para o entendimento da patogênese da infecção, desenvolvimento de vacinas e imunobiológicos. (AU)