Busca avançada
Ano de início
Entree

Paramixovírus de morcegos no Brasil: caracterização molecular, análise evolutiva e de risco à saúde humana e animal

Processo: 17/20744-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Edison Luiz Durigon
Beneficiário:Angélica Cristine Góes de Almeida Campos
Supervisor no Exterior: Jan Felix Drexler
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Charité - Universitätsmedizin Berlin, Alemanha  
Vinculado à bolsa:14/15090-8 - Monitoramento de vírus influenza em morcegos da região tropical e sub tropical do Brasil, BP.PD
Assunto(s):Virologia   Henipavirus   Paramyxovirus

Resumo

Paramixovírus (família Paramixoviridae) são vírus envelopados com genoma composto por RNA de fita simples e polaridade negativa, Morcegos vem sendo descritos como reservatórios de paramixovírus altamente patogênicos em humanos e animais, como Nipah e Hendra vírus. Recentemente uma grande diversidade de paramixovírus foram descritos em morcegos de todo mundo incluindo vírus filogeneticamente relacionados a patógenos como Vírus da Caxumba e Vírus da Cinomose Canina, levantando a possibilidade da sua origem comum de morcegos. Durante a realização do Projeto de Pós-Doc principal (FAPESP 2014/15090-8) amostras de morcegos de diferentes órgãos foram analisadas quanto a presença de RNA de paramixovírus através de ensaios de Nested-PCR Pan-paramixovírus com alvo no gene L. Dados preliminaries indicam a detecção de três diferentes linhagens em espécies de morcegos adaptados a ambientes antropogênicos, incluindo vírus dos gêneros Morbilivírus, Henipavírus e vírus sem classificação. Morbilivírus com relação filogenética com vírus da cinomose canina, reconhecidamente capaz de infectar uma vasta diversidade de hospedeiros, foram detectados em morcegos insectívoros de áreas urbanas (Molossus rufus e Myotis riparus), enquanto que fragmentos de RNA relacionados a henipavírus e vírus sem classsificação foram obtidos de morcegos hematófagos Desmodus rotundus. O presente projeto tem como objetivo a realização da caracterização molecular, análise evolutiva e de risco a saúde humana e animal dos Morbilivírus relacionados a Vírus da Cinomose Canina e Henipavírus detectados em morcegos do Brasil. A obtenção de sequências genéticas adicionais, por NGS ou PCR convencional, são essenciais para a confirmação da classificação dos gêneros detectados e para a definição da relação filogenética com paramixovírus patogênicos. Os dados obtidos devem auxiliar no entendimento da genealogia e evolução destes grupos virais e da importância de morcegos do Brasil nestes aspectos. Por fim, o isolamento e a análise do potencial de infecção em diferentes hospedeiros, diretamente relacionado com a atividade biológica das proteínas F e G, serão realizados através da tentativa de cultivo em linhagens de células de morcegos, mais especificamente de espécies de Molossus, Myotis e Desmodus presentes no laboratório do Dr. Drexler. O potencial de infecção de mamíferos será inicialmente avaliado pelas tentativas de cultivo em células BHK-21. Dependendo da inviabilidade de cultivo e do tempo hábil, a capacidade das proteínas F e G intermediarem a infectividade em células de mamíferos e morcegos será avaliada pela construção de vírus da estomatite vesicular (VSV) quiméricos contendo ambas as proteínas, seguido da análise de sua capacidade infectante em diferentes linhagens celulares. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA CAMPOS, ANGELICA CRISTINE; BENTIM GOES, LUIZ GUSTAVO; MOREIRA-SOTO, ANDRES; DE CARVALHO, CRISTIANO; AMBAR, GUILHERME; SANDER, ANNA-LENA; FISCHER, CARLO; DA ROSA, ADRIANA RUCKERT; DE OLIVEIRA, DEBORA CARDOSO; KATAOKA, ANA PAULA G.; PEDRO, WAGNER ANDRE; MARTORELLI, LUZIA FATIMA A.; QUEIROZ, LUZIA HELENA; CRUZ-NETO, ARIOVALDO P.; DURIGON, EDISON LUIZ; DREXLER, JAN FELIX. Bat Influenza A(HL18NL11) Virus in Fruit Bats, Brazil. Emerging Infectious Diseases, v. 25, n. 2, p. 333-337, FEB 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.