Busca avançada
Ano de início
Entree

O efeito da suplementação materna com ácido retinóico nos componentes imunológicos do leite e na prole de camundongo

Processo: 17/18025-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Maria Notomi Sato
Beneficiário:José Augusto Cruz Brito
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunorregulação   Ácido retinoico   Mucosa intestinal   Leite   Suplementação alimentar   Aleitamento materno   Modelos animais

Resumo

A vitamina A atua pelo seu metabolito ativo, o ácido retinoico (RA), e possui papel fundamental na manutenção da homeostase de mucosas, principalmente em sítios imunológicos como os tecidos linfoides associados à mucosa intestinal (GALT). O período neonatal é caracterizado por relativa imaturidade imunológica e maior suscetibilidade às infecções. Coincidentemente, o RA é encontrado em baixas concentrações durante esta fase da vida. Uma vez que a transferência de fatores maternos pela amamentação é essencial para garantir proteção ao infante a patógenos, propomos neste projeto avaliar o efeito da suplementação materna com RA durante o período de amamentação e averiguar o impacto imunológico na prole, principalmente no GALT. Serão avaliados os componentes imunológicos do leite, como presença de anticorpos IgA e IgG, perfil de citocinas pró e/ou anti-inflamatórias e composição celular de linfócitos T efetores e reguladores, linfócitos B e de células linfoides inatas. Além disso, empregando o sistema de troca de proles, em que a prole de camundongos C56BL/6 de alótipo CD45.1 será amamentada por camundongos de alótipo CD45.2 suplementadas com RA, verificaremos se há migração de células maternas do leite para linfonodos mesentéricos e placas de Peyer da prole, e avaliaremos a capacidade funcional efetora e/ou reguladora dessas células. A avaliação do efeito do RA no leite de mães suplementadas proporcionará uma melhor compreensão dos benefícios e/ou malefícios de uma dieta rica neste composto no desenvolvimento do sistema imune da prole com possíveis implicações na saúde humana. (AU)