Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento de cianobactérias e cianotoxinas em dois reservatórios subtropicais por PCR quantitativo em tempo real

Processo: 18/00394-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de maio de 2018
Vigência (Término): 01 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Maria Do Carmo Calijuri
Beneficiário:Munique de Almeida Bispo Moraes
Supervisor no Exterior: Niels Ole Gerslev Jørgensen
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Copenhagen, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:15/21191-4 - Variabilidade espaço-temporal de cianobactérias no Reservatório do Lobo (Itirapina, SP): composição da comunidade, análises moleculares e de toxinas, BP.DR
Assunto(s):Eutrofização   Limnologia   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)

Resumo

As cianobactérias são conhecidamente produtoras de cianotoxinas e a ocorrência de florações potencialmente tóxicas em reservatórios de abastecimento público tem sido cada vez mais frequente devido ao processo de eutrofização. Dentre as cianotoxinas produzidas pelas cianobactérias destacam-se a microcistina e saxitoxina. Esses metabólitos são biossintetizados por dois grupos de genes conhecidos como mcy e sxt, respectivamente. A detecção desses genes a partir de PCR quantitativo em tempo real (qPCR) permite a distinção das cepas tóxicas e não tóxicas, impossíveis de diferenciação apenas pela morfologia. Desse modo, o objetivo deste projeto é investigar a ocorrência de cianobactérias potencialmente produtoras de cianotoxinas em dois reservatórios subtropicais, Lobo e Itupararanga, via amplificação dos genes RNAr 16S, mcyA e sxtA por qPCR. Foram realizadas quatro amostragens durante um ano na cabeceira e barragem de ambos os reservatórios, em duas profundidades (superfície e limite inferior da zona fótica). Após a extração do DNA total e verificação de sua integridade e concentração, as reações de amplificação dos genes alvos serão realizadas com a utlização de iniciadores específicos. As curvas padrão serão estabelecidas relacionando as concentrações dos fragmentos alvos com o ciclo limiar (o número do ciclo de PCR em que a fluorescência passa um nível limiar estabelecido) para os três genes analisados. Com a finalização da análise de qPCR, os resultados obtidos serão relacionados a variáveis biológicas e físico-químicas da água como a abundância de cianobactérias, concentração de cianotoxinas, temperatura da água e razão NT:PT para compreender a dinâmica de ocorrência de cianobactérias e cianotoxinas nos dois ambientes estudados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, MUNIQUE A. B.; RODRIGUES, RAPHAELLA A. M.; SCHLUTER, LOUISE; PODDUTURI, RAJU; JORGENSEN, NIELS O. G.; CALIJURI, MARIA C. Influence of Environmental Factors on Occurrence of Cyanobacteria and Abundance of Saxitoxin-Producing Cyanobacteria in a Subtropical Drinking Water Reservoir in Brazil. WATER, v. 13, n. 12 JUN 2021. Citações Web of Science: 0.
PODDUTURI, RAJU; SCHLUTER, LOUSE; LIU, TINGTING; SAVIOLO OSTI, JOAO ALEXANDRE; BISPO MORAES, MUNIQUE DE ALMEIDA; JORGENSEN, NIELS O. G. Monitoring of saxitoxin production in lakes in Denmark by molecular, chromatographic and microscopic approaches. HARMFUL ALGAE, v. 101, JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.