Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de parâmetros morfológicos e toxicológicos em ratas ovariectomizadas tratadas cronicamente com a planta medicinal Pterodon pubescens: evidência para o mecanismo de ação antiosteoporótico

Processo: 18/00619-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 14 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Wagner José Fávaro
Beneficiário:Júlia Constantino Camilli
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica analítica   Ovariectomia   Osteoporose   Remodelação óssea   Receptor ativador de fator nuclear kappa-B   Fenômenos e processos farmacológicos e toxicológicos   Ratas   Imuno-histoquímica

Resumo

Este presente projeto representa uma continuação com aprofundamento do estudo científico da Pterodon pubescens realizado ao longo desse ano no projeto "FAPESP - processo: 2016/17872-9", em virtude dos excelentes resultados obtidos e ao aspecto inédito a eles associados. Desta forma, nessa nova etapa do estudo, propõe-se avaliar o potencial terapêutico do extrato etanólico de Pterodon pubescens (EEPp) sobre a saúde do osso osteoporótico para confirmação possíveis efeitos tóxicos decorrentes do tratamento crônico com a dose mais alta (EEPp 100 mg/kg) utilizada no estudo anterior, bem como investigar o possível mecanismo adjacente envolvido no efeito antiosteoporótico da planta. Para isto, serão investigados aspectos morfológicos por meio do acompanhamento de imagens de microtomografia de alta resolução e de histologia dos fêmures usando colorações específicas para o tecido ósseo (Métodos de Schmorl e de von Kossa). Ademais, serão avaliados parâmetros toxicológicos por meio de análise bioquímica de marcadores de lesão hepática e renal e pela histopatologia de alguns órgãos vitais utilizando técnicas histológicas de rotina com coloração Hematoxilina-Eosina (HE). Além disso, será analisado o sistema RANK/RANKL/OPG por imuno-histoquímica para acompanhamento do processo de remodelação óssea. Assim, espera-se agregar novas evidências científicas, mimetizando em animais o que já é observado empiricamente em seres humanos, podendo confirmar cientificamente os possíveis efeitos benéficos da Pterodon pubescens para o tratamento da osteoporose.