Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma arquitetura de software sustentável para o Sistema-de-Sistemas de eHealth

Processo: 17/22107-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Elisa Yumi Nakagawa
Beneficiário:Milena Guessi Margarido
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07375-0 - CeMEAI - Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):18/24173-5 - Análise de sistemas de eHealth no Canadá e Brasil, BE.EP.PD
Assunto(s):Engenharia de software   Sustentabilidade   Arquitetura de software

Resumo

Sistemas eHealth podem combinar diversos sistemas independentes e heterogêneos, tais como sistemas para registros de saúde e médico eletrônicos, sistemas de informação de saúde, sistemas gerenciais hospitalares e sistemas reguladores, com o objetivo de melhorar a qualidade e acesso a serviços de saúde prestados. Ao coletar e processar dados sobre pacientes sistematicamente, um sistema eHealth poderia permitir aos provedores de saúde (incluindo médicos, hospitais, enfermeiras e agências de saúde governamentais) a responder de maneira mais rápida e efetiva a situações adversas.Nesse cenário, um sistema eHealth pode ser considerado um Sistema-de-Sistemas (SoS), o qual é desenvolvido evolutivamente a partir de sistemas constituintes que já existem e que são independentes e geograficamente distribuídos. Esse projeto de pós-doutorado tratará o problema que surge da dificuldade inerente em alcançar a interoperabilidade entre os diversos constituintes de um SoS na área da saúde, o que pode causar prejuízos e até a morte de pacientes em decorrência de sistemas constituintes ineficientes e incompatíveis entre si, incluindo os sistemas usados pelo sistema de saúde brasileiro.O principal objetivo do projeto é criar uma arquitetura de software de SoS para um sistema eHealth, a qual será projetada para lidar com sistemas constituintes e ambientes operacionais dinâmicos, ou seja, uma arquitetura que é sustentável. Essa arquitetura será quantitativamente e qualitativamente avaliada com interessados e provedores de saúde da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP). Como principal resultado, essa arquitetura deverá apoiar o desenvolvimento e evolução desse sistema eHealth, que também deverá satisfazer as necessidades específicas de instituições de saúde brasileiras. Além disso, esse projeto irá avançar as contribuições do projeto de doutorado da candidata (FAPESP 2012/24290-5, vigência de 01/06/2013 a 30/09/2017) e um projeto de pesquisa maior (FAPESP 2017/06195-9, vigência de 01/07/2017 a 30/06/2019) que está sendo desenvolvido em colaboração com instituições de pesquisa internacionais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.