Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da interação de líquidos iônicos anfifílicos com sistemas biomiméticos de membrana: uma abordagem estrutural e espectroscópica

Processo: 18/04796-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Leandro Ramos Souza Barbosa
Beneficiário:Natália Fernandes de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/08832-1 - Localizando líquidos iônicos catiônicos em modelos biomiméticos de membrana através do Espalhamento de Raios-X a Baixo Ângulo, BE.EP.MS
Assunto(s):Líquidos iônicos   Espalhamento de raios X a baixos ângulos   Membranas (biologia)   Química verde

Resumo

Os Líquidos Iônicos (LIs) são sais compostos por um íon orgânico e um contra-íon inorgânico, que possuem como característica principal serem encontrados no estado líquido às temperaturas próximas a ambiente. Seu interesse, tanto acadêmico quanto industrial, cresceu muito nos últimos anos, devido às suas potenciais aplicações em uma área conhecida como química verde (\textit{"Green Chemistry"}). Atualmente, os LIs também vêm sendo inseridos em farmacologia, bio-medicina e bio-nanotecnologia. Entretanto, pesquisas recentes revelam que a toxicidade dos LIs é maior do que se acreditava, em particular com sistemas de relevância biológica. Então, vários estudos físico-químicos de suas interações com sistemas biomiméticos de membrana foram realizados, com o intuito de identificar os mecanismos moleculares por trás da sua toxicidade. O objetivo principal deste projeto é dar cotinuidade a esses estudos e caracterizar a interação de alguns líquidos iônicos com sistemas biomiméticos de membrana -- sistemas utilizados para simular a membrana celular e de organelas. Para isso, utilizamos diferentes lipídios (como: Palmitoilfosfatidilcolina, POPC, Palmitoilfosfatidilglicerol, POPG, colesterol e esfingomielina), para composição de vesículas unilamelares grandes (LUVs), visando analisar a influência de diferentes concentrações do LIs em suas propriedades estruturais.Essa influência será estudada por meio de técnicas biofísicas já muito utilizadas em nosso grupo de pesquisa, como por exemplo, espalhamento de raio-X a baixos ângulos (SAXS), vazamento de sonda fluorescente, criomicroscopia eletrônica (Crio-EM), espalhamento dinâmico de luz (DLS) e potencial-zeta. Esperamos que o presente projeto contribua para a síntese de LIs mais verdes e para sua aplicação em larga escala. (AU)