Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento, caracterização e efeitos biológicos de superfície de titânio recoberta por fator de crescimento

Processo: 18/05258-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Souza Costa
Beneficiário:Taisa Nogueira Pansani
Supervisor no Exterior: Wojciech Chrzanowski
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Sydney, Austrália  
Vinculado à bolsa:15/19364-8 - Efeito da laserterapia de baixa potência e do fator de crescimento epidérmico sobre a indução do selamento biológico in vitro, BP.DR
Assunto(s):Dente suporte   Titânio   Próteses e implantes   Fatores de crescimento

Resumo

A aderência da mucosa oral à superfície dos pilares dos implantes dentários evita a migração apical indesejada do epitélio juncional e a consequente reabsorção da crista óssea. A modificação superficial de implantes e seus componentes protéticos (pilares) podem favorecer a adesão celular melhorando as condições estéticas e funcionais da reabilitação protética. O objetivo deste estudo será o desenvolvimento, caracterização e determinação dos efeitos biológicos de uma superfície de titânio bioativo impregnada com o fator de crescimento epidérmico. Os discos de titânio (Ti) de 8 mm de diâmetro serão sujeitos a uma modificação da topografia por tratamento químico e térmico e, em seguida, recobertos com o fator de crescimento epidérmico (EGF - 100 nM). A caracterização física será determinada por Microscopia de Força Atômica (AFM) e Espectroscopia Raman (Raman). Para avaliar os efeitos biológicos desta modificação, serão estabelecidas culturas primárias de fibroblastos gengivais e queratinócitos orais e as células serão semeadas sobre os discos de Ti em meio de cultura completo (DMEM), suplementado com 10% de soro fetal bovino (FBS) e antibiótico/solução antimicótica. Após a incubação 24h, será avaliada a viabilidade celular (ensaio alamarBlue) e adesão celular (Microscopia Confocal). Para analisar o potencial de adesão bacteriana, um biofilme será criado com Porphyromonas gingivalis (ATCC 33277) sobre os discos de titânio e depois submetido a testes de viabilidade (XTT) e Microscopia Confocal (Live and Dead). Para análise quantitativa, será atribuído um nível de significância de 5%.