Busca avançada
Ano de início
Entree

Importância e função dos receptores TLR-2 e r no reconhecimento da zircônia e titânio

Processo: 07/58796-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dagmar Ruth Stach - Machado
Beneficiário:Gustavo Alberto Obando Pereda
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Osteólise   Próteses e implantes   Fagocitose   Macrófagos

Resumo

A busca da integração do osso e do implante levou ao desenvolvimento de materiais com maior biocompatibilidade assim como o desenvolvimento de novas técnicas cirúrgicas. A não osteointegração leva a perda do implante, a qual pode ser classificada em perda asséptica e não asséptica. A grande maioria das perdas assépticas ocorrem pela reabsorção local do osso que suporta o implante, processo conhecido como osteólise, o qual está diretamente relacionado com a indução e diferenciação de osteoclastos. Inúmeras hipóteses procuram explicar este fenômeno, entre elas à produção de micropartículas as quais são geradas pela fricção do implante com o osso, e que são reconhecidas como não próprio pelas células do sistema imune, entre eles os macrófagos. Os macrófagos assim ativados secretam inúmeras citosinas pré-inflamatórias que alteram a homeostasia influenciando o metabolismo ósseo, alterando o equilíbrio entre as células produtoras de tecido ósseo os osteoblastos, e as células que atuam na reabsorção óssea, os osteoclastos. Pois, a osteointegração requer a sinalização epigenética adequada de modo a gerar uma resposta de reparo ósseo mediada por secreção de citosinas e fatores de crescimento pelas células inflamatórias e imunes. Deste modo, o objetivo deste projeto é comparar a biocompatibilidade de substâncias as quais são rotineiramente utilizados nas confecções de implantes como zircônia, titânio e polietileno, avaliando as respostas teciduais, enzimáticas egênicas utilizando o modelo experimental murino. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OBANDO-PEREDA, G. A.; FISCHER, L.; STACH-MACHADO, D. R. Titanium and zirconia particle-induced pro-inflammatory gene expression in cultured macrophages and osteolysis, inflammatory hyperalgesia and edema in vivo. Life Sciences, v. 97, n. 2, p. 96-106, MAR 3 2014. Citações Web of Science: 27.
OBANDO PEREDA, G.; CORNEJO FUDINAGA, A. C.; SALAS BELTRAN, H.; PERONI, L. A.; STACH-MACHADO, D. Inflammatory and bone regulators expression in murine macrophages under exposure of commercial and experimental mineral trioxide aggregate. AUSTRALIAN DENTAL JOURNAL, v. 57, n. 3, p. 284-291, SEP 2012. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PEREDA, Gustavo Alberto Obando. Envolvimento dos TLR2 e TLR4 no reconhecimento das partículas de titânio e zircônia por macrofagos murinos. 2012. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.