Busca avançada
Ano de início
Entree

Manejo do nitrogênio em feijão-caupi, trigo e milho: efeitos na nutrição de plantas, produtividade de grãos e eficiência de uso do nitrogênio

Processo: 18/08485-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho
Beneficiário:Fernando Shintate Galindo
Supervisor no Exterior: Paulo Humberto Pagliari
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Minnesota (U of M), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/06002-6 - Inoculação com Azospirillum brasilense associada à utilização de silício e doses de nitrogênio nas culturas do milho e trigo, BP.DR
Assunto(s):Nutrição vegetal   Milho   Trigo   Azospirillum brasilense   Silício   Nitrogênio   Fertilizantes nitrogenados   Fixação de nitrogênio

Resumo

A fixação de N2 deve funcionar com máxima eficiência, especialmente em leguminosas como o feijão-caupi, além disso a adubação nitrogenada é um dos principais custos no sistema produtivo de culturas não leguminosas como milho e trigo. Nesse contexto, um melhor entendimento do manejo da adubação nitrogenada e técnicas para aumentar sua eficiência de utilização em condições de Cerrado Brasileiras podem propiciar uma efetiva contribuição ao balanço do nitrogênio tanto no solo quanto nas plantas. Este estudo tem por objetivo avaliar a utilização de nitrogênio e eficiência na produtividade e qualidade do feijão-caupi, milho e trigo com o uso de técnicas isotópicas a fim de estabelecer doses adequadas de N aplicadas em condições Brasileiras, como complemento ao projeto "Inoculação com Azospirillum brasilense associado ao uso de silício e doses de nitrogênio nas culturas do milho e trigo", processo FAPESP número (2017/06002-6). Os experimentos 1 e 2 foram e serão conduzidos em condições de campo na Universidade Estadual Paulista. Experimento 1: Nesse estudo, será avaliado o efeito de doses de 15N em cobertura e inoculação das sementes com Bradyrhizobium sp associado ou não com A. brasilense, avaliando-se a nutrição de plantas, desenvolvimento, utilização de N pela planta de feijão-caupi, nos grãos e palhada oriundos do fertilizante e a real contribuição da fixação biológica de nitrogênio (FBN) pela técnica de diluição isotópica de 15N, além do efeito residual da aplicação dos tratamentos na cultura do trigo em sucessão. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições, dispostos em esquema fatorial 3x5, sendo: três tipos de inoculação (sem inoculação - testemunha, com duas estirpes de Bradyrhizobium sp., SEMIA 6462 e SEMIA 6463 - a inoculação convencional do feijão-caupi, e duas estipes de Bradyrhizobium sp e A. brasilense estirpes Ab-V5 e Ab-V6 - a co-inoculação); e cinco doses de N (0, 40, 80, 120 e 160 kg ha-1, com ureia marcada 15N) aplicada em cobertura. Experimento 2: A eficiência de utilização de nitrogênio e desenvolvimento das culturas do trigo e milho será avaliada com a aplicação de seis doses de N (0, 20, 40, 60, 80 e 160 kg ha-1 com ureia marcada 15N) no trigo e efeito residual da aplicação das doses de N aliado ao tratamento com aplicação de 160 kg ha-1 com ureia marcada 15N na cultura do milho em sucessão, com intuito de avaliar o efeito imediato e residual da adubação nitrogenada nas culturas do trigo e milho em condições de Cerrado Brasileiro. As análises de nutrientes e de 15N serão realizadas no laboratório da Southweast Research & Outreach Center Minnesota Agricultural Experiment Station - University of Minnesota. Os resultados obtidos deste projeto serão uma excelente ferramenta para o entendimento do manejo e eficiência de utilização do nitrogênio nas culturas do feijão-caupi, trigo e milho e para futuros programas de uso sustentável de nitrogênio para elevadas produtividades de grãos no Brasil, buscando reduzir as emissões de gases (CO2 e NO2) que contribuem para o aumento do efeito estuda na Terra e perdas de nitrogênio em sistemas produtivos, otimizando desta forma a aplicação de nitrogênio, como complemento do projeto "Inoculação com Azospirillum brasilense associado ao uso de silício e doses de nitrogênio nas culturas do milho e trigo" processo FAPESP número (2017/06002-6). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.