Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e validação de indicadores para o processo de controle de plantas daninhas em canaviais

Processo: 17/24553-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Pedro Luis da Costa Aguiar Alves
Beneficiário:Clara Degli Esposti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Matologia   Controle químico

Resumo

Um dos fatores mais importantes que podem afetar negativamente a produtividade e o rendimento das operações na cultura da cana-de-açúcar é a convivência com comunidades de plantas daninhas por períodos que vão além daqueles que cultura pode suportar. Para limitar essa convivência, recorre-se a aplicação de herbicidas químicos devido à sua eficiência e praticidade. No entanto, deve haver um ponto de equilíbrio entre nível de controle de plantas daninhas e intensidade no emprego de herbicidas.O primeiro passo para identificar esse ponto de equilíbrio é desenvolver indicadores numéricos para este processo para que se possa ter a dimensão da situação atual de diferentes usinas em relação às plantas daninhas, comparar unidades e obter banckmarks, correlacionar as diferentes usinas com nível de investimento e produtividade dos canaviais, traçar metas de melhoria ou manutenção de resultados bem como acompanhar o caminhamento em direção às metas estabelecidas.Os indicadores, por sua vez, devem ser obtidos por meio de diagnósticos periódicos da lavoura. Para que esses indicadores possam ser utilizados para comparar diferentes unidades é preciso que o método seja elaborado,padronizado e validado em relação a representatividade da amostra em relação ao todo. Vale lembrar que a acuracidade do método não necessita ter rigor científico, mas dever apresentar o mínimo de confiabilidade para adoção em unidades de produção. Sendo assim, esta pesquisa visa propor uma metodologia para realizar diagnóstico de infestação de plantas daninhas na época que antecede o início da safra em usinas de açúcar e álcool, determinar uma amostragem mínima e balanceada em função da distribuição geográfica dos canaviais, proporção dos diferentes ambientes de produção, distribuição etária do canavial, dentre outros fatores. Visa também desenvolver e propor indicadores considerando o grau de importância das diferentes espécies que ocorrem na cultura da cana-de-açúcar e o impacto do controle inadequado dos mesmos. Para tanto, esta pesquisa será realizada em três usinas de açúcar e álcool localizadas na região produtora do Estado de São Paulo e/ou Minas Gerais, no Triângulo Mineiro. As usinas deverão ter uma área própria em torno de 20.000 a 25.000 ha ocupada com cana-de-açúcar a ser moída dentro da safra 2018. Em cada usina, a pesquisa será constituída de três fases: (1) - Planejamento Amostral; (2) - Avaliação a campo e (3) - Cálculo dos índices. Os índices obtidos serão submetidos à análise GGE Biplot para avaliar as associações entre esses e infestação geral do canavial, escape de plantas daninhas e eficácia dos programas de controle.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ESPOSTI, Clara Degli. Desenvolvimento e obtenção de indicadores para o processo de controle de plantas daninhas em canaviais. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.