Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação qualitativa da distribuição elementar e bioimageamento através da ablação a laser e espectrometria de massa com plasma acoplado indutivamente (LA-ICP-MS) em anéis de árvores e espeleotemas

Processo: 18/23478-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Convênio/Acordo: National Science Foundation (NSF) e NSF’s Partnership for International Research and Education (PIRE)
Pesquisador responsável:Marco Aurelio Zezzi Arruda
Beneficiário:Renata Stábile Amais
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50085-3 - PIRE: educação e pesquisa em clima das Américas usando os exemplos de anéis de árvores e espeleotemas (PIRE-CREATE), AP.TEM
Assunto(s):Ablação por laser

Resumo

A análise química inorgânica de anéis de árvores e espeleotemas pode possibilitar a obtenção de evidências de inundações extremas no passado, pois tais eventos contribuem com a variação da composição elementar desses materiais. O objetivo deste estudo é o desenvolvimento analítico de estratégias para i) aquisição de dados qualitativos ao longo de perfis de anéis de árvores e/ou espeleotemas; ii) bioimageamento elementar através da distribuição elementar espacial qualitativa em tais amostras empregando espectrometria de massa com plasma acoplado indutivamente com sistema de ablação a laser (LA-ICP-MS). Tal desenvolvimento é dificultado por fatores como efeitos matriciais, de transporte e interferências poliatômicas. Esses aspectos serão abordados no estudo proposto, com especial ênfase na otimização de condições de operação do plasma e processo de ablação, investigação da padronização interna (natural ou sintética) e emprego de celas de colisão e reação para a resolução de interferências isobáricas. O desenvolvimento de métodos para a análise de anéis de árvores e espeleotemas subsidiará o entendimento de processos naturais ao longo do tempo na região do cânion do Peruaçu e dentro de cavernas encontradas ao longo do rio.