Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação experimental de um modelo de falha para desgaste em mancais hidrodinâmicos

Processo: 18/24600-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Mecânica dos Sólidos
Pesquisador responsável:Katia Lucchesi Cavalca Dedini
Beneficiário:Diogo Stuani Alves
Supervisor no Exterior: Patrick Sean Keogh
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Bath, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/21581-5 - Avaliação experimental de um modelo de falha por desgaste em mancais hidrodinâmicos, BP.PD
Assunto(s):Rotor   Mancais   Desgaste dos materiais   Falha

Resumo

Além da compreensão do comportamento dinâmico das máquinas rotativas, uma demanda ainda crescente por maior desempenho do sistema e menores custos operacionais está levando os pesquisadores a melhorar modelos e técnicas previamente existentes, sendo a detecção e o diagnóstico de falhas, cruciais para essas metas. A detecção e o diagnóstico de falhas envolvem a observação de qualquer saída do sistema e, para sistemas dinâmicos, a saída mais utilizada é a vibração. As falhas associadas aos mancais hidrodinâmicos são uma das causas mais comuns de paradas forçadas em máquinas rotativas, afetando diretamente a folga do mancal e resultando em mudanças nas características do sistema rotativo. Portanto, a resposta temporal de uma máquina rotativa, suportada por mancais hidrodinâmicos com desgaste, será analisada de forma a definir um comportamento geral de vibração que caracterize a presença de desgaste no mancal. A análise espectral será usada para comparar mancais com e sem desgaste. Para o desgaste, um modelo preexistente será utilizado para obter as forças hidrodinâmicas numéricas do mancal desgastado. No entanto, outros modelos de desgaste podem ser estudados e/ou desenvolvidos para melhorar a representatividade das simulações. Testes experimentais serão realizados para validar as observações numéricas. Espera-se indicar a presença e a severidade do desgaste em mancais hidrodinâmicos, ajudando a estabelecer um critério para a identificação baseada em modelos. (AU)