Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre exercício físico e densidade mineral óssea de mulheres com anorexia nervosa e bulimia nervosa

Processo: 18/23245-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Ligia Araujo Martini
Beneficiário:Maxsuel Pinheiro da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos   Exercício físico   Densidade óssea   Anorexia nervosa   Bulimia nervosa   Coleta de dados   Entrevistas (psicologia)   Inquéritos e questionários   Mulheres

Resumo

Introdução: Os Transtornos alimentares (TA) são distúrbios psiquiátricos caracterizados por comportamentos e atitudes disfuncionais com relação à alimentação e imagem corporal. A prática de exercício físico (EF) é muitas vezes utilizada como estratégia para perda de peso de forma inadequada por indivíduos com TA, podendo colocar em risco a sua saúde. Objetivos: Avaliar a prática de exercício físico e a densidade mineral óssea (DMO) em mulheres com anorexia nervosa (AN) e bulimia nervosa (BN). Métodos: Estudo transversal de caráter exploratório. O estudo está sendo realizado em parceria como Programa de Transtornos Alimentares do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP (AMBULIM). São convidadas a participar da pesquisa mulheres entre 18 e 49 anos, em pré-menopausa, com diagnóstico atual ou prévio de AN e atual de BN. A coleta de dados consiste em entrevista, aplicação de questionário, avaliação antropométrica, exame de densitometria óssea e coleta de sangue para avaliação bioquímica. Todos os participantes do estudo assinarão um termo de consentimento livre e esclarecido. A análise estatística será realizada mediante a comparação de médias e testes de correlação para identificação de fatores de risco ou proteção para a DMO. Estas análises serão realizadas no SPSS 21.0, sendo consideradas significantes quando p< 0,05.