Busca avançada
Ano de início
Entree

Mudanças provocadas pelo processo de extinção em comunidades de mamíferos na Mata Atlântica

Processo: 19/00648-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 10 de abril de 2019
Vigência (Término): 09 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Fernando Henrique Martin Gonçalves
Supervisor no Exterior: Andrew Balmford
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Cambridge, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:17/24252-0 - Preditores antropogênicos de biodiversidade em resposta à fragmentação na Mata Atlântica, BP.PD
Assunto(s):Conservação da biodiversidade

Resumo

A crise da biodiversidade que ameaça o planeta pode ser considerada o sexto maior evento de extinção e entender a relação entre mudanças nas pressões humanas e o declínio das espécies de mamíferos é necessário para identificar as espécies de maior risco e priorizar as ações e políticas necessárias para combater seu declínio. O primeiro objetivo desta proposta é quantificar a magnitude da defaunação de mamíferos quando analisados em nível de comunidade na Mata Atlântica da América do Sul e correlacionar com o índice de Pegada Humana Terrestre Global (HFP). Nossa hipótese é que os níveis de defaunação em toda a Mata Atlântica são elevados em regiões com maior HFP e mais regiões defaunadas se sobrepõem a zonas costeiras densamente estabelecidas. O segundo objetivo desta proposta é entender como as extinções feitas pelo homem e a modificação humana das distribuições afetam as distribuições de frequência das massas corporais de mamíferos. Nossa hipótese é que a perda predominante de espécies de grande porte aumenta o efeito do tamanho corporal no nível da comunidade. Usaremos distribuições contemporâneas (série Atlantic) versus distribuições estimadas na ausência de impacto antropogênico (baseado no nicho climático) para identificar quais comunidades de mamíferos são mais defaunadas e correlacionar com o HFP. Também avaliaremos o efeito dessa diminuição quantificando as mudanças provocadas pela extinção na massa corporal média e máxima para todas as comunidades de mamíferos com eventos de extinção registrados. Esta pesquisa contribuirá para compreender os efeitos de distúrbios provocados pelo homem, na persistência de mamíferos e abundância em uma das regiões com maior diversidade e endemismo de mamíferos no mundo.