Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos causados pelo descarte de resíduos têxteis e possíveis alternativas para o futuro aplicadas a região de Sorocaba

Processo: 18/11394-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Denise Aparecida Tallarico Guelli Lopes
Beneficiário:Isabella Silva dos Santos
Instituição-sede: Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Engenharia ambiental   Sustentabilidade   Reciclagem   Produção mais limpa   Fibras têxteis   Impactos ambientais   Coleta de dados   Inquéritos e questionários   Sorocaba (SP)

Resumo

Ao longo dos últimos anos a moda se tornou uma indústria altamente poluente, pois produz um alto volume de peças diariamente, essas que muitas vezes não conseguem ser absorvidas pelo mercado, ocorrendo um grande descarte. A maioria do vestuário fabricado compõe-se de fibras sintéticas, ou seja, um tipo de polímero que não se degrada e que ao ser depositado em aterros ou lixões a céu aberto causa grandes impactos ao meio ambiente, tendo em vista que ainda não há reciclagem em grandes porcentagens para esses tecidos. As indústrias desse ramo produzem grande número de retalhos ou pedaços de tecidos que nem chegam a tornarem-se produtos, gerando impactos na etapa de pré consumo também. Além disso, outro problema são os microplásticos, partículas de polímeros microscópicas que se desprendem em diversas etapas da produção e do pós consumo, essas destinam-se aos oceanos e colocam diversas espécies de animais em risco. Tendo em vista que Sorocaba é um polo industrial possuindo relevante setor têxtil esse trabalho visa estudar com clareza os impactos causados pelo descarte incorreto de resíduos têxteis, desenvolvendo soluções para a reciclagem dessas peças nas diversas etapas do processo produtivo por meio de ferramentas da Engenharia de Produção e da Produção mais limpa. Como método de trabalho será usada a cadeia de produção do setor têxtil na região de Sorocaba, São Paulo, coletando dados a partir de formulários aplicados a indústrias e acompanhamento.