Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de dentifrícios contendo trimetafosfato de sódio, xilitol e eritritol, associados ou não ao fluoreto, sobre biofilmes mistos de S. mutans e C. albicans formados in vitro

Processo: 18/26204-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Juliano Pelim Pessan
Beneficiário:Tamires Passadori Martins
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Biofilmes   Dentifrícios   Trimetafosfato de sódio   Fluoretos   Eritritol   Xilitol   Streptococcus mutans   Candida albicans

Resumo

O Xilitol e Eritritol são agentes de origem natural, conhecidos como potenciais fontes de agentes terapêuticos, e que podem ser utilizados no controle da cárie dentária. Entretanto, o mecanismo pelo qual estes compostos atuam no biofilme dental e no fluido do biofilme ainda é incerto. Desta forma, o presente estudo tem por objetivo verificar o efeito de dentifrícios contendo Trimetafosfato de sódio (TMP), xilitol, eritritol e fluoreto (F), sozinhos ou em associação, sobre células planctônicas e biofilmes mistos de S. mutans e C. albicans formados in vitro. Serão preparados dentifrícios contendo TMP (0,2 %), F (200 ppm) xilitol (16 %) e eritritol (4%), sozinhos ou em associação, assim como dentifrício contendo 1100 ppm F (controle positivo) e placebo (controle negativo), totalizando 11 grupos de estudo. Para a avaliação dos tratamentos sobre células planctônicas, será determinada a concentração inibitória mínima, de acordo com o método da microdiluição em caldo. Os biofilmes serão formados no fundo dos poços de placas de microtitulação, contendo 200 µL do inóculo de microrganismos em cultura mista da suspensão de 108 e 107 células/mL, respectivamente para S. mutans e C. albicans, em saliva artificial. Os biofilmes serão tratados duas vezes ao dia por 1 minuto e mais uma vez no dia seguinte, com suspensões dos dentifrícios a serem testados. Após esse período, o efeito antibiofilme dos tratamentos será determinado por meio da análise de quantificação das unidades formadoras de colônia (UFC), avaliação da atividade metabólica (ensaio de redução de XTT e Resazurina) e quantificação da biomassa total (ensaio de coloração de cristal violeta). Os ensaios serão realizados em triplicata, em três ocasiões diferentes. Os dados serão analisados quanto à sua distribuição (normalidade e homogeneidade) antes da determinação do teste estatístico apropriado. Caso seja possível o uso de testes paramétricos, os dados serão analisados por ANOVA (medidas repetidas) e teste de Tukey. Caso contrário, serão utilizados os testes de Kruskall-Wallis e Dunn. O nível de significância adotado será de 5%.