Busca avançada
Ano de início
Entree

Microscopia e espectroscopia: técnicas não invasivas para avaliar a penetração e a formação de radicais livres de formulações cosméticas na pele

Processo: 19/12452-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 02 de outubro de 2019
Vigência (Término): 01 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Victor Hugo Pacagnelli Infante
Supervisor no Exterior: Jurgen Lademann
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Charité - Universitätsmedizin Berlin, Alemanha  
Vinculado à bolsa:16/13705-0 - Pesquisa e desenvolvimento dos produtos cosméticos para o público masculino com óleos essenciais: caracterização da pele, eficácia clínica, perfil de consumo e influência da publicidade, BP.DD
Assunto(s):Cosmetologia   Espectroscopia Raman   Óleos essenciais

Resumo

Como os homens brasileiros, em geral, não têm o hábito de usar produtos de cuidados com a pele e/ou protetores solares com frequência, a saúde da pele pode ser afetada. O desenvolvimento de formulações multifuncionais com proteção solar, antipoluição, antiacne e propriedades antioxidante pode ser uma estratégia para melhorar a pele dos homens, já que essas proteções são importantes para evitar o processo de envelhecimento extrínseco precoce. Assim, é importante entender o perfil de penetração de produtos cosméticos, uma vez que podem apresentar diferentes vias, como intracelular e/ou folicular. Microscopia confocal Raman (MCR) é empregada para estudar a fisiologia da pele,Permeabilidade a drogas e monitoramento de doenças da pele. A espectroscopia Raman de ressonância in vivo pode monitorar as mudanças de beta-caroteno cutâneo e licopeno não invasivo. O método é rápido, indolor e pode ser repetido facilmente. Desta forma, óleos essenciais livres e/ou as nanoemulsões destas substâncias ativas podem ser boas alternativas para prevenir a formação dos radicais livres e possível tratamento alternativo da acne. Nesse contexto, os objetivos deste estudo são: utilizar estas técnicas não invasivas para analisar a penetração de substâncias ativas, (óleos, nanoemulsões e filtros UV) na pele e a capacidade de reduzir a formação de radicais livres pela formulação cosmética.