Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação morfogeométrica do ventrículo esquerdo e do anel valvar mitral de cães sadios: estudo computadorizado

Processo: 19/02131-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Cláudia Valéria Seullner Brandão
Beneficiário:Catarina Borges Cardoso
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Anatomia animal   Ventrículo cardíaco   Procedimentos cirúrgicos cardíacos   Remodelação ventricular   Cardiopatias

Resumo

A anatomia é um campo de conhecimento extremamente necessário para o desenvolvimento de qualquer terapêutica, em especial, cirúrgicas; e a geometria ventricular atua como um indicador da função miocárdica, atuando inclusive como fator prognóstico. A cardiologia humana e veterinária tem demonstrado grande interesse pelas alterações morfométricas cardíacas em decorrência do remodelamento, fenômeno presente em muitas cardiopatias. Em cães a degeneração mixomatosa da valva mitral é a doença cardíaca mais frequente, afetando 97% dos animais com mais de 9 anos e menos do que 20 kg. Os objetivos deste estudo são determinar em cães saudáveis: medidas do anel atrioventricular esquerdo e ventrículo esquerdo; analisar a proporcionalidade entre os segmentos da câmara cardíaca esquerda de corações, bem como estabelecer parâmetros fisiológicos na análise morfogeométrica do coração. Para tal, serão analisados 60 corações, provenientes de animais de pequeno porte, com peso inferior a 10 kg (n=30) e de grande porte (n=30) com peso superior a 10kg. Todos os corações serão laminados em segmentos apical, basal e equatorial, e submetidas a análises computadorizadas para identificação de valores de perímetro de cada segmento e do anel valvar mitral, espessura das paredes e distância do sulco atrioventricular ao ápice. As variáveis serão analisadas de forma a gerar o perfil morfogeométrico de corações saudáveis em cães; e poderão ser utilizados como padrão de comparação para avaliações geométricas de quaisquer afecções cardíacas. (AU)