Busca avançada
Ano de início
Entree

A expressão do inefável: duração, espaço e o problema da liberdade no ensaio sobre os dados imediatos da consciência de Bergson

Processo: 19/10074-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Franklin Leopoldo e Silva
Beneficiário:Dani Barki Minkovicius
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia contemporânea   Filósofos   Liberdade

Resumo

O presente estudo pretende voltar-se a um problema fundamental da filosofia de Henri Bergson: o problema da expressão da duração. Este, porém, será tratado tal qual foi desenvolvido na obra inaugural do filósofo, a saber, o Ensaio sobre os dados imediatos da consciência. Lá, a questão central é o problema da liberdade. Assim, tratar do problema da expressão da duração via Ensaio será tratar do problema da liberdade; ou, ainda, o problema da liberdade será tratado enquanto problema de expressão da duração.O estudo que aqui se almeja, então, deverá justificar e desenvolver estes pontos: qual é o problema da liberdade; por que e como tratá-lo enquanto um problema de expressão da duração; qual é o problema da expressão da duração. Anterior a esses pontos, ou melhor, constitutivos desses pontos, estão, ainda, as questões: o que é ou como lidar com um "problema", segundo a filosofia de Bergson; o que significa cada termo dos problemas colocados. Tais questões se misturam, na medida em que se compreende que se voltar a elas permite empreender o método filosófico que o próprio Bergson propõe.Assim, o presente estudo pretende, coerentemente com a filosofia sobre a qual se debruça, aplicar o método bergsoniano na leitura crítica do Ensaio afim de colocar e resolver o problema da expressão da duração, na medida mesma em que for posto e solucionado o problema da liberdade. Nesse intuito, enfim, noções bergsonianas como duração e espaço revelarão sua originalidade e relevância. (AU)