Busca avançada
Ano de início
Entree

Michel Foucault e a conversão a si: ressonâncias de a hermenêutica do sujeito no campo das ideias e das técinicas psicológicas

Processo: 19/11506-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Danilo Saretta Verissimo
Beneficiário:Samuel Iauany Martins Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):História das ideias   Filosofia   Hermenêutica   Subjetividade

Resumo

Este trabalho consiste em um projeto de doutorado direto desenvolvido a partir de nossa pesquisa de mestrado (processo 2017/22169-8). Debruçamo-nos, desde 2017, sobre a obra L'herméneutique du Sujet (FOUCAULT, 2001), que é nosso escopo material, fruto da transcrição dos cursos proferidos por Michel Foucault no começo de 1982 no Collège de France. Previamente, investigamos o conjunto nacional da conversão a si (se convertere ad se) e o seu lugar na questão da subjetividade dentro do pensamento final de Foucault. Porém, depois de nossa pesquisa no Centre de Psychanalyse Médicine et Société - Université Paris VII outorgada pela FAPESP (processo 2018/23222-2), e após nosso exame de qualificação, ampliamos nosso empreendimento em direção à construção de um trabalho de tese. Nossa hipótese é de que existe uma dimensão inconsciente da relação consigo (rapport à soi) e da verdade (discours vrai) conforme são descritas em L'herméneutique du sujet desde o núcleo da conversão a si. Alinhavamos, além disso, uma análise das modalidades históricas de relação eu-Outro salientes neste texto, bem como do desdobramento delas na produção de subjetividades. Tangenciamos, de modo mais direto, as técnicas psi, tendo em vista que este campo se sustenta peremptoriamente na função dialógica. Nossos objetivos atuais são: a) aprofundar a análise de L'herméneutique du sujet a partir da conversão a si, relacionando-a aos conceitos sob os quais construímos nossas novas hipóteses; b) investigar de modo pormenorizado sua recepção acadêmica, sobretudo pelo campo da psicanálise; e c) realizar uma releitura da obra a partir desta mesma recepção. (AU)